Usar celular na direção pode ter mesmo efeito do álcool no trânsito


Da AEN

Todos os meses, aproximadamente 10 mil motoristas são multados no Paraná por usar o celular ao volante. Falar ou digitar no aparelho está entre as cinco infrações mais cometidas no Estado, de acordo com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), com 82.804 multas registradas entre janeiro e agosto de 2016. O número já é 8% maior que o alcançado no mesmo período do ano anterior, quando foram 76.677 infrações.
acidentecelular
Foto: AEN
O problema, segundo especialistas em neurociência, é que – sem atenção ao ambiente ao redor – o condutor assume os mesmos riscos que beber e dirigir. “Não podemos focar nossa atenção em dois estímulos simultaneamente. Se estou atento ao meu aparelho celular, não estarei atento ao trânsito. A perda de qualidade de atenção que temos ao digitar ao volante é semelhante e tão grave e incompatível quanto ingerir álcool ao conduzir”, avalia o psicólogo Naim Akel Filho.
O tema é abordado na campanha Perigosa Mente no Trânsito, do Governo do Paraná, sobre atitudes egoístas ao volante. “A probabilidade de ocorrer um acidente aumenta em até 400% devido à falta de atenção do motorista.  Sabemos que o trânsito exige raciocino rápido e postura atenta. Quando o condutor decide usar o celular, mesmo por alguns segundos, ele perde o tempo de reação que poderia evitar um acidente”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.
Rigor
A partir de novembro, dirigir segurando ou manuseando o celular será considerado infração gravíssima de trânsito, sujeita a multa no valor de R$ 293,47, mais sete pontos na habilitação. Hoje, esta ainda é uma infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira do condutor.
“As penalidades mais rigorosas são uma tentativa de diminuir o uso do aparelho pelos motoristas enquanto estão ao volante e, assim, reduzir também o risco de acidentes causados pela falta de atenção”, diz Traad.
Quem costuma fazer ligações nos trajetos de carro, como a estudante Virgínia Bastos, de 23 anos, deve mudar o comportamento. “Quando estou dirigindo e chega mensagem, não consigo conter a curiosidade e não visualizar. Já quase bati o carro e sei que preciso me controlar, posso atropelar alguém, levar multa. Estou tentando deixar o celular na bolsa”, afirma.
Alguns meses antes do casamento, Lucas, noivo de Gabrielle Giulie de Oliveira, de 19 anos sofreu uma colisão de moto enquanto estava indo trabalhar. A motorista, responsável pelo acidente, usava o celular enquanto dirigia. Devido à distração, a condutora não observou a placa de “pare” na esquina, ultrapassou os tachões e não teve o tempo para frear.
“A colisão provocou traumatismo ucraniano grave, a ponto de ficar na UTI por 21 dias. Hoje ele precisa cadeira de rodas, usar fraldas e medicamentos para dor, além de passar por sessões de fisioterapia intensas. Estávamos com casamento marcado e tivemos que cancelar tudo. Perdemos dinheiro, contratos e as consequências foram diversas. A mãe dele e eu saímos do emprego para revezarmos e cuidarmos dele. Por causa de um erro, por causa de uma distração, nossa vida mudou completamente”, relata.
Mudanças
As alterações no CTB tornaram as multas mais pesadas, e os valores cobrados a partir do dia cinco de novembro passam de R$ 53,20 para R$ 88,38, no caso de infrações leves; de R$ 85,13 para R$ 130,16, nas infrações médias; de R$ 127,69 para R$ 195,23, nas graves; e de R$191,54 para R$293,47, nas gravíssimas.
Campanha
Durante a Semana Nacional de Trânsito, que acontece até domingo (25), o Detran apresenta a campanha “Perigosa Mente no Trânsito” que mescla o humor e crítica para alertar sobre comportamentos egoístas e imprudentes no trânsito, como a pressa, celular ao volante álcool e direção, além de alertas aos motociclistas e pedestres.
As peças estão disponíveis nas redes sociais da autarquia e no site www.detran.pr.gov.br.

MANTEGA E ESPOSA com a roupa do corpo



Um funcionário do Albert Einstein disse a O Antagonista que Guido Mantega e a mulher ingressaram no hospital apenas com a roupa do corpo, o que sugere um procedimento de emergência -- mas muita emergência -- ou algo que não demanda internação.
Se era de muita emergência, os médicos não poderiam esperar que Mantega fosse solto.

Teori nega reclamação de Feira contra Moro



Teori Zavascki julgou improcedente uma reclamação de João Santana contra Sérgio Moro.
A defesa de Feira alegou que não teve acesso a todos os detalhes dos autos da ação penal.
Teori rebateu, argumentando que não se pode mesmo ter acesso a informações e providências investigatórias ainda em curso e, por tal motivo, não documentadas no próprio inquérito ou processo judicial.
Petista sempre tenta engabelar.

Parabéns, rapazes!



A turma do PowerPoint levou essa semana o prêmio principal do CNMP pelo trabalho de combate à corrupção na Lava Jato. Para desgosto de Lula, a cerimônia ocorreu no Royal Tulip de Brasília.
"Não poderíamos receber esse prêmio se não fossem membros e servidores do Ministério Público brasileiro, que trabalham incansavelmente contra a corrupção”, disse Deltan Dallagnol.

Reunião de Pauta: Vendetta! VÍDEO










Confiram a nossa reunião de pauta de hoje:


Cármen Lucia perdeu



Cármen Lúcia não conseguiu suportar a pressão dos demais ministros e marcou, para o dia 5 de outubro, o julgamento das ações que querem tornar ilegal prisões após condenação em segunda instância.
O Antagonista identificou ainda o lobby das grandes bancas de advogados de Brasília que estão preocupadas com a perda da clientela. Muitos desses escritórios sobrevivem da influência de parentes de ministros e ex-ministros de tribunais superiores.
O sistema é bruto, Carminha.

Moro determina prazo para Hugo Motta depor por mulher de Cunha

O juiz federal Sérgio Moro deu cinco dias para o deputado paraibano Hugo Motta (PMDB) responder em qual dia, afinal, pode depor como testemunha de defesa de Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A mulher de Cunha é ré por lavagem de dinheiro e evasão de divisas na Operação Lava Jato.
Hugo Motta presidiu a CPI da Petrobras e fez parte da tropa de choque de Eduardo Cunha na Câmara. O deputado não compareceu à votação na Câmara que cassou o mandato do colega peemedebista. A Justiça Federal no Paraná havia colocado quatro datas – 26 de setembro, 28 de setembro, 5 de outubro ou 6 de outubro – disponíveis para as testemunhas de Cláudia.
Na sexta-feira, Hugo Motta solicitou o agendamento de seu depoimento para entre os dias 10 e 20 de novembro. O parlamentar alegou que estava “impossibilitado de marcar em uma das datas propostas, pois devido ao período eleitoral tem uma agenda extensa de compromissos no Estado da Paraíba”.

Segundo Moro, as datas indicadas por Hugo Motta “estão muito distantes e representariam atraso injustificável do processo, máxime quando há acusado preso”. “Então renove-se o ofício ao parlamentar solicitando a indicação de uma das datas já disponibilizadas, como já fizerem seus pares. Oficie-se à Exma. Autoridade, no sentido exposto, expediente a ser subscrito por este Juiz, solicitando resposta, se possível, no prazo de 5 dias”, determinou Moro.
Na semana passada, o juiz da Lava Jato autorizou, além do depoimento de Motta, os depoimentos de outras três testemunhas arroladas pela mulher de Eduardo Cunha – o ministro dos Transportes do governo Temer, Maurício Quintella (PR-AL) e os deputado Carlos Marun (PMDB-MS) e Jovair Arantes (PTB-GO).
(Com Estadão Conteúdo)

Jovem morre enquanto lavava calçada com máquina de alta pressão em Londrina


Do Portal Catve.com

morre
(Foto: Reprodução Facebook)
Por 40 minutos, equipes de socorro tentaram reanimar Rafael Alexandre Casarin, 23 anos, que foi encontrado morto em casa no fim da tarde de quinta-feira (23), em Londrina. O rapaz morador do bairro Alto Boa Vista foi encontrado sem vida pelos pais. Ele estava descalço, lavando a calçada com uma máquina de alta pressão quando foi achado.
A principal suspeita é que ele tenha sofrido uma descarga elétrica durante a limpeza. Após a confirmação do óbito, o corpo do jovem foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Londrina.

Eike & Lula



Lula disse que mantinha "pouco contato" com Eike Batista quando estava na Presidência de República.
Bem, a internet acumula registros de vários encontros: Eike com Lula presidente, Eike com Lula ex-presidente, Eike com dona Marisa… Sem contar os encontros com Dilma.
O ANTAGONISTA AGORA 

A mentira se espalhou



Ontem à noite - em um palanque qualquer - Lula disse que a PF "entrou no centro cirúrgico" para prender Guido Mantega.
A mentira criada pelo advogado de Lula e de Guido, José Roberto Batochio, se espalhou.

Bandidos invadem ônibus, atiram para o alto e fazem arrastão no Pinheirinho


Por Luiz Henrique de Oliveira


Bandidos armados invadiram um ônibus do transporte coletivo por volta das 23h desta quinta-feira (22) e fizeram um arrastão, no bairro Pinheirinho, em Curitiba. Os dois ladrões renderam o motorista e a cobradora da linha Santa Rita/Pinheirinho, colocaram os passageiros para trás e chegaram a disparar um tiro, com a intenção de assustar as vítimas.
onibus
(Imagem ilustrativa)
Uma testemunha do arrastão falou com exclusividade à Banda B. “O assalto aconteceu no último ponto da Rua Winston Churchill (em frente a uma casa de fogos de artificio), quando dois indivíduos armados entraram no ônibus. Os passageiros correram para a parte de trás do veiculo, enquanto os assaltantes gritavam por dinheiro e celulares”, iniciou.
“Após verem que todos estavam na parte de trás, os dois saíram sem passar pela catraca e chegar aos passageiros e disseram para o motorista seguir. Quando o motorista arrancou, ouvimos um disparo de arma, o que fez todos se abaixarem no chão do alimentador”, completou.
De acordo com a testemunha, os ladrões cruzaram a Linha Verde e seguiram sentido ao bairro Sítio Cercado. “O motorista seguiu com os passageiros pela Linha Verde e foi em direção à garagem da empresa Redentor. Os assaltantes levaram os documentos do motorista, além de carteira e celulares da cobradora e dos passageiros que estavam na parte da frente”, concluiu.
Um dos ladrões era alto e magro (aprox. 1,80 m de altura). O outro mais baixo ( 1,60 m de altura). A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender o caso.

Salvo por endoscopia



Marina Mantega disse que a mulher do seu pai não estava para entrar em cirurgia, ontem, quando ele foi preso. Ia fazer endoscopia.

COLUNA DE ENFERMAGM EM NEFROLOGIA: Hemodiálise

                                                      

No inicio , a hemodiálise era o tratamento utilizado para evitar a morte do paciente em  fase avançada DRC , já nos dias atuais é utilizada para prolongar a vida e também permitir uma boa qualidade de vida . O processo de hemodiálise,onde envia o  sangue para um hemodialisador através de uma fístula artéria -venosa,próteses sintéticas ou de um cateter de lúmem duplo.
O circuito de sangue é impulsionado por uma bomba de valete,que impulsiona o sangue para o filtro de hemodiálise (capilar) com feixo de fibras permeáveis e depois volta para o paciente.


adrianajacomeli@gmail.com

Palocci é o próximo



O próximo alvo da Lava Jato é Antônio Palocci.
Eliane Cantanhêde, do Estadão, também sabe disso:
"A presidente Dilma Rousseff sofreu impeachment, o ex-presidente Lula acaba de virar réu pela segunda vez, o cérebro político petista José Dirceu foi duplamente condenado, o eterno assessor econômico Guido Mantega está enrolado na Zelotes e foi preso (depois solto) na Lava Jato. Ficou faltando alguém? Sim, falta Antônio Palocci". 

Lula diz no Recife que membros da Operação Lava Jato ‘erraram um pouco a mão’



estadao-5-8-3
Foto: Diego Nigro /JC Imagem Data: 22-09-2016 Assunto: POLÍTICA  - Ato de campanha de João Paulo com a presença do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontece pelas ruas do centro do Recife, no estado de Pernambuco.  Palavras Chaves: governo - campanha - política - presidente - ato - caminhada - ##
 Ato de campanha de João Paulo com a presença do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que acontece pelas ruas do centro do Recife – Foto: Diego Nigro /JC Imagem

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou na noite desta quinta-feira, 22, durante discurso em comício de campanha do candidato do PT à prefeitura do Recife (PE), João Paulo, que os membros do Ministério Público Federal (MPF) que o investigam não foram escolhidos para serem deuses.
“Queria dizer para meus algozes: vocês têm um concurso, mas não foram escolhidos para serem deuses. Eu não tenho concurso, tenho compromisso com o povo deste País”, afirmou de cima de um trio, no centro da capital pernambucana. Para Lula, os membros da Operação Lava Jato “erraram um pouco a mão” nas investigações que o envolvem.
O ex-presidente disse duvidar que algum dos membros da operação seja mais honesto do que ele. “Duvido que dentro do Ministério Público, da Polícia Federal ou o juiz (federal Sérgio) Moro sejam mais honestos que eu. Eles podem ser iguais”, disse. “Enquanto eles têm convicção, eu tenho uma história”, acrescentou o petista.
Lula afirmou que não pode admitir que cinco cidadãos brasileiros – em referência aos membros do MPF da força tarefa da Lava Jato – “cutuquem” a vida dele para fazer um “show de pirotecnia” depois, dando entrevistas à imprensa, como fizeram quando apresentaram sua denúncia, na semana passada, em Curitiba (PR).
Ele acusou a imprensa, parte da PF e parte do MP de fazerem um “conluio” contra ele. “Você não precisa ser julgado. Só precisa ter três ou quatro manchetes de jornais para ser condenado pela opinião pública”, declarou. Para o petista, não é possível condenar com base em fala de delatores, “um cara que quer livrar o seu”.
O ex-presidente disse que esse conluio quer destruir o PT, não pelas coisas ruins que acham que o partido fez. “Querem destruir, quem criminalizar, porque o PT, em apenas 20 anos, fez o que eles não fizeram em cinco e sete anos.” “Se eles têm medo do vermelho (cor da bandeira do PT), eu tenho orgulho do vermelho”, disse. Lula falou ainda ao público presente que não é preciso se preocupar, pois ele “está tranquilo”.
O ex-presidente disse ainda que o Brasil precisa retomar a normalidade política, jurídica e social. Na avaliação dele, caso o governo do presidente Michel Temer (PMDB) consiga aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um teto para os gastos públicos por 20 anos, “até o Piso (Nacional) dos Professores vai acabar”.
Ele ainda criticou a operação da PF desta quinta-feira que prendeu temporariamente seu ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (PT), em um hospital de São Paulo, quando ele acompanhava a esposa. “Eles entraram na sala de cirurgia, para depois vir com a maior desfaçatez pedir desculpa. Eles sabiam que a mulher estava na sala de cirurgia”, disse.
Em seu discurso, o ex-presidente disse ainda que é hora de o povo “dar o troco” e “dar o golpe” nos candidatos cujos partidos votaram a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. “É dar um golpe neles e votar em João Paulo para prefeito”, disse, acrescentando que “elite não cassou mandato de Dilma, mas rasgou título de eleitor do povo”.
Em Recife, o principal adversário de João Paulo é ao atual prefeito Geraldo Júlio, do PSB, que tenta reeleição. O PSB apoiou majoritariamente o impeachment da ex-presidente Dilma tanto na Câmara quanto no Senado Federal.
Antes do comício, Lula fez uma caminhada pelas ruas do centro de Recife ao lado de João Paulo. Da caçamba de uma caminhonete, eles partiram da Câmara Municipal da capital pernambucana e seguiram até a Praça da Independência, mais conhecida como Praça do Diário, onde o ex-presidente da República discursou.
Ao som de jingles da campanha de João Paulo e até da campanha de Lula a presidente de 1989, cerca de 20 mil pessoas participaram do evento, segundo estimativa dos organizadores – a Polícia Militar não divulgou números oficiais. A maioria era militantes e simpatizantes do PT, mas também houve manifestações contrárias
Na Avenida Conde da Boa Vista, moradores de um apartamento protestaram com uma bandeira do Brasil e um pixuleco (boneco inflável) de Lula vestido de presidiário. O Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo ESTado, também presenciou manifestação de funcionários de uma loja de colchões, que fizeram sinais de desaprovação com o dedo polegar para baixo
Antes de Lula, alguns parlamentares pernambucanos também discursaram. “(O presidente Michel) Temer não gosta de nordestino, Temer não gosta de pernambucano”, afirmou o líder do PT no Senado, Humberto Costa. Ele disse ainda que a direita política brasileira “jamais” vai fazer algo pela região Nordeste como, na avaliação dele, governos do PT fizeram.
Entre os candidatos a prefeito do PT nas capitais, João Paulo é o que possui mais chances de ser eleito. O petista está em segundo lugar nas pesquisas. De acordo com a última pesquisa Ibope realizada entre 9 a 13 de setembro, o petista tem 27% das intenções de votos em Recife, contra 38% do atual prefeito, Geraldo Júlio (PSB), que tenta reeleição.
Mesmo tendo sido tornado réu pela segunda vez em ações na Justiça nesta semana, o ex-presidente Lula faz um tour por cidades do Nordeste para apoiar candidatos do PT e de partidos aliados. Na quarta-feira, 21, ele esteve em cidades do Ceará. Antes de ir ao Recife nesta quinta-feira, 22, ele participou de campanha em Natal (RN).

COLUNA DA SANTA CASA DE COLOMBO: Comprometimento



Treze anos foi o tempo que levou entre o início da construção da Santa Casa de Misericórdia de Colombo e sua inauguração. Uma história que começou em 1959 e que gerou tantas outras. Histórias que me são contadas quase diariamente por colombenses que ali nasceram, foram cuidados e que ali tiveram seus filhos. Algumas são histórias de familiares que se foram.

   Muitas dessas histórias estão encravadas nas paredes dessa Instituição. Falam sobre pessoas que ergueram um hospital no centro de sua cidade para cuidar dos seus e serem cuidados. A luta de tantos é que tornou possível a existência da Santa Casa de Colombo. São histórias contadas pelos donos das mesmas mãos que ali trabalharam, movidas apenas por um ideal: Comprometimento.

  Comprometimento é o ato de fazer uma promessa recíproca. Essa é a perfeita definição dos voluntários, trabalhadores e amigos que ali atuam ou atuaram. É o que faz a nossa pequena equipe se unir todos os dias e lutar sete dias da semana para que a Santa Casa de Colombo volte a atender nossa Colombo como ela merece.

  Com muito esforço, planejamento e união avançamos sempre nesse objetivo. Isso nos exige muita cautela, pois uma tarefa imprescindível é o resgate da credibilidade, do nome e da História da Santa Casa.

 Três anos e dez meses foi o tempo que nossas portas ficaram cerradas. Guiados pelo comprometimento de ofertar uma saúde de qualidade, enfrentamos meses de obras e trabalho árduo para apresentar uma estrutura revitalizada em acordo com as normas sanitárias vigentes. Apresentando lavanderia, central de esterilização, cozinha, enfermarias e salas cirúrgicas com equipamentos novos e prontos para trabalhar. Um centro de diagnóstico que conta com tomografia, mamografia, ecografia e exames laboratoriais, dentre outros. Especialidades médicas escolhidas conforme estudo da real necessidade do munícipe colombense.

  A História da Santa Casa de Misericórdia de Colombo sempre foi de luta e assim permanecerá, pois esse é nosso Compromisso.


  AbraSUS!

Só Português, Matemática e Inglês serão obrigatórios nos 3 anos do ensino médio



estadao-5-8-3
sala
MP tem que ser votada em até 120 dias pelo Congresso – Foto: EBC

Na nova arquitetura do ensino médio, estabelecida na quinta-feira, 22, por Medida Provisória (MP) editada pelo presidente Michel Temer, apenas as disciplinas de Português, Matemática e Inglês serão obrigatórias durante os três anos que compõem a etapa. As demais passam a ser optativas da metade para o fim, a depender da área de conhecimento que o aluno decidir seguir, entre cinco possibilidades: Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Ensino Técnico.
O texto da MP distribuído na quinta-feira à tarde aos jornalistas, antes da cerimônia de assinatura, causou polêmica ao dispensar o ensino de Artes e Educação Física durante todo o ensino médio. No início da noite, porém, a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC) informou que a redação divulgada estava errada e carecia de “ajustes técnicos”. A versão final garante as 13 disciplinas exigidas atualmente por lei – até que seja definida a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), em meados de 2017.
A depender da escolha do “itinerário” pelo aluno, as disciplinas de Inglês, Português e Matemática terão mais ou menos profundidade na abordagem. Se o estudante escolher seguir a área de Linguagens, por exemplo, aprenderá mais sobre orações subjuntivas do que sobre trigonometria (na Matemática). Marcada para novembro, a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano não sofrerá mudança.
A ideia de fazer a reforma por MP, que motivou críticas de associações e educadores, recebeu na quarta-feira o aval do relator da reforma do ensino médio na Câmara, deputado Wilson Filho (PTB-PB). Para ele, a tramitação agora será acelerada. “O que nós temos, acima de tudo, é a certeza de que o ensino médio caminha no lado errado.”
Integral
Com foco em ampliar o acesso à escola em turno integral (passando essa fase gradualmente de 800 horas/ano para 1,4 mil horas/ano), a reformulação dá prioridade à flexibilização do currículo e autonomia aos Estados para que criem as próprias políticas educacionais e programas – tudo com base nesta nova norma, considerada a maior mudança na Lei de Diretrizes Básicas da Educação (LDB) em 20 anos. A fiscalização será feita pelo MEC
As mudanças serão implementadas gradualmente, assegura o ministro Mendonça Filho. “A legislação abre para infinitas possibilidades, a cargo dos Estados.”
As alterações buscam desengessar o ensino médio, considerado por especialistas muito distante dos interesses dos jovens, o que contribui para as altas taxas de evasão escolar nesta etapa. O projeto de vida do aluno será a prioridade, disse Temer na quarta-feira, em discurso no Palácio do Planalto. “Os jovens poderão escolher o currículo mais adaptado à vocação. Serão oferecidas opções curriculares e não mais imposições”, afirmou o presidente, garantindo novamente que “não haverá redução de verba” para a educação.
As escolas não serão obrigadas a ofertar as cinco ênfases previstas pela nova regra. Dessa forma, há a possibilidade de um aluno que quer seguir na área de Matemática ter de mudar de instituição, caso o colégio em que estuda não ofereça a modalidade. O MEC não quis comentar a hipótese de ocupações e resistência por parte de estudantes, a exemplo do que aconteceu durante a reorganização da rede de São Paulo, no ano passado.
Prazo
Também não há prazo para que todas estejam plenamente de acordo com o que preconiza o texto. O MEC, no entanto, está otimista frente à presença, na cerimônia de quarta-feira, de secretários de Educação de diversos Estados. “Muitos já sinalizaram implementar projeto-piloto a partir do ano que vem”, disse o ministro.