Lula diz que dirigentes do PT estão 'muito apegados' a seus cargos


Joel Silva - 5.nov.16/Folhapress
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa de ato na Escola Nacional Florestan Fernandes, do Movimento Sem Terra (MST), no bairro do Paratei em Guararema (SP).
O ex-presidente Lula durante protesto em escola do MST no último sábado

PUBLICIDADE
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu, nesta segunda-feira (7), a renovação do PT.
Ao falar da necessidade de uma direção forte, com reconhecimento nacional e capacidade de viajar pelo Brasil, Lula disse, mais uma vez, que o comando partidário está envelhecido.
Lembrando seus 71 anos, recém-completados, Lula comparou sua situação ao capitão da seleção na Copa do Mundo de 1970, Carlos Alberto Torres, morto no último dia 25 de outubro.
Lula disse que poderia morrer dormindo. "Posso dormir e morrer", afirmou.
Numa reunião com 47 deputados petistas, Lula fez uma crítica à atual direção petista, afirmando que os dirigentes do partido estão "muito apegados" a seus cargos. O ex-presidente defendeu um congresso partidário para definição da nova cúpula.
Mas, diferentemente do que quer a esquerda petista, disse que não há mais tempo para troca ainda este ano. Após ouvir queixas de parlamentares, Lula disse que o novo presidente do PT tem que ser reconhecido nacionalmente, mas não pode estar preso a um mandato parlamentar.
Lula se colocou à disposição para agendas pelo Brasil. Mas reafirmou que não quer presidir o partido. Entre os nomes que estão postos para a presidência do PT estão o prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, o ex-ministro Jaques Wagner e o presidente do diretório paulista do partido, Emídio de Souza.

Substituto de Vallisney dispensa Lula



O juiz Ricardo Leite, substituto de Vallisney de Oliveira na 10ª Vara Federal de Brasília, dispensou Lula, Bumlai e André Esteves da audiência de instrução que estava marcada para amanhã.
Leite também adiou para fevereiro os depoimentos de Vanessa Grazziotin e Paulo Teixeira, arrolados como testemunhas de Lula.
Assim não dá.

Número de escolas ocupadas cai para 55 no Paraná, diz governo; 19 são de Curitiba


Da Redação
escola-ocupada3
(Foto: Daniela Sevieri – Banda B)

Um pouco mais de um mês após o início do movimento, 55 colégios estaduais continuam ocupados no Paraná, segundo a Secretaria de Estado da Educação (Seed) – destas, 19 estão em Curitiba. Já o ‘Ocupa Paraná’ trabalha com o número de 190 escolas no total.
No auge da mobilização, 831 instituições chegaram a participar do movimento estudantil, ainda de acordo com dados da Seed. Os alunos protestam contra a Medida Provisória (MP) que prevê mudanças no Ensino Médio e a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que limita os gastos do governo para os próximos 20 anos.
Segundo a gestão estadual, desde o dia 24 de outubro, 776 unidades foram desocupadas, de forma voluntária ou por medida judicial. Já no meio universitário, alunos aderiram ao movimento e continuam ocupando campi na Universidade Federal do Paraná (UFPR) em Curitiba e no litoral, e em outras regiões do estado, como na Universidade de Ponta Grossa (UEPG) e na Universidade Estadual de Maringá (UEM).
Além disso, os professores municipais de Curitiba também devem se juntar à mobilização, com uma parada de 20 minutos nesta sexta-feira (11) e uma greve geral a partir do dia 25 de novembro.
Enem
Devido às ocupações, no sábado (5), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi adiado para 271.033 candidatos em todo o país. Os estudantes que fariam o exame neste fim de semana em 405 locais de diferentes estados, devem agora se preparar para a aplicação do exame nos dias 3 e 4 de dezembro.

Celulares levados por gangue em festival sertanejo estão até em Pernambuco; delegado pede que vítimas façam B.O.


Por Marina Sequinel e Flávia Barros
dfr
Caso está com a Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba. (Foto: Flávia Barros – Banda B)

Alguns celulares furtados por uma gangue durante o evento Festeja Curitiba na noite deste sábado (5) já estão em outros estados do país. Segundo a Polícia Civil, por meio de rastreamento, esses aparelhos foram localizados no Rio de Janeiro, Distrito Federal, Bahia e Pernambuco.
festeja-dentro-1
(Foto: K. Garcia)
“Existem compradores dessas localidades que já estão com os celulares. Nesses casos, nós temos os dados e podemos identificar as pessoas que habilitarem o chip para os aparelhos. É importante lembrar que quem adquire um produto proveniente de roubo ou furto também está cometendo um crime, o de receptação”, explicou o delegado Emmanoel David, da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) de Curitiba, na tarde desta segunda-feira (7).
Segundo ele, a polícia ainda trabalha para identificar os assaltantes. Os criminosos agiram durante o show, que acontecia no Bioparque, no bairro Uberaba, sem que as vítimas notassem, em áreas de bastante aglomeração. A estimativa, de acordo com o grupo do evento na rede social Facebook, é que cerca de 400 celulares foram roubados.
Para ajudar na criação do retrato falado dos suspeitos, a polícia pede que as vítimas compareçam à delegacia para registrar Boletim de Ocorrência (B.O.). “É possível fazer o B.O. online, mas, assim, perdemos algumas informações importantes. Pessoalmente, podemos conseguir mais detalhes sobre os aparelhos, como o número do IMEI, por exemplo, e também sobre as características dos suspeitos”, completou o delegado.
A DFR fica localizada na Av. Presidente Affonso Camargo, 2239, no Cristo Rei. O telefone para contato é o (41) 3218-6100.
IMEI
O IMEI é um número de identificação pelo qual operadoras e fabricantes verificam as características do telefone. Em caso de furto, roubo ou perda, é com esse número que o aparelho pode ser bloqueado completamente. O IMEI está na nota fiscal e na caixa do celular. Quem ainda tem o aparelho em mãos pode descobrir o número abrindo o discador do telefone e digitando o código *#06#. Ele deve apareceu na tela automaticamente.

Vereador é preso em flagrante por matar homem após promessa de campanha não cumprida


Crime ocorreu na tarde desta segunda-feira (7), em Campo Formoso.
Segundo polícia, briga iniciou após vítima cobrar promessa a vereador.

Do G1 BA
Vereador foi preso enquanto tentava fugir (Foto: Reprodução/Divulga Cand)Vereador foi preso enquanto tentava fugir (Foto: Reprodução/Divulga Cand)
O vereador da cidade de Campo Formoso, no norte da Bahia, José Alberto Carvalho Pereira, conhecido como "Zé Lambão" (PSD), foi preso em flagrante na tarde desta segunda-feira (7), na entrada da cidade de Senhor do Bonfim, suspeito de matar um homem após uma discussão em um bar de Campo Formoso. As informações foram confirmadas pelo delegado titular da 19ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin), Felipe Néri da Silva Neto.
Segundo a Polícia Civil, a discussão começou porque a vítima fez uma cobrança ao vereador sobre uma promessa de levar água encanada a uma comunidade. Depois da discussão, o suspeito foi em casa, buscou uma arma, retornou ao bar, discutiu novamente com o homem e efetuou oito disparos, conforme a polícia. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local, por volta das 14h30.
Depois do crime, o vereador fugiu, mas foi preso pela Polícia Militar na entrada da cidade de Senhor do Bonfim, a cerca de 26 km de Campo Formoso. O suspeito ficará detido no complexo policial de Senhor do Bonfim.
Segundo o sistema de divulgação de candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Zé Lambão havia sido reeleito nas eleições de outubro deste ano. Ele tem 35 anos e é solteiro. O G1 tentou falar com a assessoria do vereador na Câmara Municipal de Campo Formoso, mas ninguém foi localizado.

Prefeitura de Colombo informa: Regularização fiscal pode ser realizada pelos contribuintes


WEBMASTER 7 DE NOVEMBRO DE 2016

O cidadão interessado em quitar seus débitos podem se dirigir até o setor tributário para negociar as suas dívidas com a Prefeitura

Além dos repasses dados pelo governo, à regularização fiscal é um processo fundamental para a arrecadação do município. É, a partir dessa arrecadação, que a Prefeitura pode investir com qualidade na saúde, na educação e na infraestrutura.
Por essa razão, os contribuintes que possuem algum débito, devem se dirigir até a Prefeitura de Colombo, na Sede ou nas Regionais (Osasco e Maracanã), e negociar a dívida no setor tributário, para evitar o ajuizamento dos valores, conforme previsto na lei de Responsabilidade Fiscal.
Mais informações podem ser obtidas nos seguintes telefones:
Sede – 41-3656.8080
Regional Maracanã – 3675.5900,
Regional Osasco – 3621.1382,
Dívida Ativa – 3656.8098, ISS – 3656.8015 e Contribuição de Melhoria – 3656.8018.
Para ir pessoalmente até a Prefeitura para quitação dos débitos os endereços são:
Sede – Rua XV de Novembro, 105 /
Regional Maracanã – Rua Dorval Ceccon, 664 /
Regional Osasco – Rua Prefeito Pio Alberti, 450.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Colombo recebe a exposição Subindo pelas Paredes


WEBMASTER 7 DE NOVEMBRO DE 2016

A mostra seguirá até o dia 9 de dezembro, com entrada gratuita

expoA Casa da Cultura de Colombo será palco, a partir desta terça-feira, dia 08, da exposição “Subindo pelas paredes”. A mostra que junta quatro artistas paranaenses revela a alma feminina. Durante a exposição haverá instalações de autoria  compartilhada, objetos e gravuras. Já o sapato como metáfora – traz uma visão poética sobre relacionamento.
Vale ressaltar que o trabalho coletivo reúne as artistas Ely Felber, Lúcia Misael, Malu Azevedo e Tanya Simões. A exposição “Subindo pelas paredes” será montada para visitação na Casa da Cultura de Colombo e estará disponível das 8h às 17h.
A mostra seguirá até o dia 9 de dezembro, com entrada gratuita. O evento será promovido pela Prefeitura de Colombo por meio do Departamento de Cultura.
Serviço:
Dia: de 8 de novembro à 9 de dezembro
Horário: 8h às 17h
Local: Casa da Cultura – Rua XV de Novembro, 105
Contato: 3656-6423
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Prefeitura apresenta projeto para implantar em Colombo Parque de Agronegócios


WEBMASTER 7 DE NOVEMBRO DE 2016

Desenvolvimento desta ação de base tecnológica visa integrar entes públicos e privados

Prefeita Beti Pavin apresenta ao Global Compact Cities Programme o projeto para instituir em Colombo um Parque Agroindustrial e um Centro de Inovação em Agronegócio
Prefeita Beti Pavin apresenta ao Global Compact Cities Programme o projeto para instituir em Colombo um Parque Agroindustrial e um Centro de Inovação em Agronegócio
A Prefeita Beti Pavin apresentou nesta quinta, 03, ao Global Compact Cities Programme, do Pacto Global da ONU, o projeto para instituir no município de Colombo um Parque Agroindustrial e um Centro de Inovação em Agronegócio.
“O objetivo geral desta iniciativa é incentivar e a aceleração de empreendimentos de alto conhecimento inovador, proporcionando em nosso município um ambiente institucional à formação de um futuro Arranjo Produtivo Local (APL)”, explicou a Prefeita.
De acordo com o secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, Cezar Bittencourt Junior, este projeto que conta com o apoio de entidades governamentais, não governamentais, de ensino superior e da iniciativa privada, tem uma abrangência e capacidade para a geração de emprego e renda.
“Este parque industrial de base tecnológica também contempla a instalação de um condomínio com a implementação da incubadora e aceleradora empresarial para que sejam criadas condições econômicas e de competitividade de um APL”, informou o secretário.
Arranjo Produtivo Local
O Arranjo Produtivo Local (APL) é um conjunto de fatores econômicos, políticos e sociais, localizados em um mesmo território, desenvolvendo atividades econômicas correlatas e que apresentam vínculos de produção, interação, cooperação e aprendizagem.
A articulação de empresas de todos os tamanhos em APLs e o aproveitamento das sinergias geradas por suas interações fortalecem suas chances de sobrevivência e crescimento, constituindo-se em importante fonte de vantagens competitivas duradouras.
Adesão ao Pacto da ONU
Na ocasião, Bittencourt Junior lembrou que em setembro de 2015, o município de Colombo deu o primeiro passo para a implantação desta iniciativa quando assinou o termo de adesão ao Pacto Global da ONU que visa estimular e promover as práticas de governança fornecendo diretrizes à comunidade empresarial para a promoção do crescimento sustentável e da cidadania.
Presenças
Também participaram da apresentação do projeto o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Marcio Toniolo, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil Japão do Paraná (CCIBJ-PR), Yoshiaki Oshiro, a diretora da Global Compact Cities Programme, Elizabeth Ryan e o presidente da Câmara de Vereadores de Colombo, professor Waldirlei Bueno de Oliveira.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/PMC

É para valer A PRISÃO em segunda instância



Agora é oficial: condenados em segunda instância poderão ser presos.
A decisão do STF será publicada até quinta-feira, de acordo com o Jota; a partir de então, a regra será estendida a todos os tribunais.

MORO: LULA E TEMER SERÃO TESTEMUNHAS DE CUNHA


Sérgio Moro aceitou que Lula e Michel Temer sejam intimados como testemunhas de Eduardo Cunha.
Em despacho, obtido por O Antagonista, o juiz ressalta que o presidente da República pode escolher ser ouvido em audiência ou responder a questionamentos por escrito.
Também foram intimados o vice-governador mineiro, Antonio Andrade, e os deputados João Magalhães, Mauro Lopes, Leonardo Quintão e Saraiva Felipe, além de Tadeu Filippelli, dentre outros.

EXCLUSIVO: A POUPANÇA DO OPERADOR DE MANTEGA



O Antagonista descobriu que Henrique Peters, tido como operador de Guido Mantega, criou em parceria com Victor Sandri, velho amigo do ex-ministro, o Fundo de Investimento Imobiliário (FII) Atrium Nações Unidas.
De caráter exclusivo, o fundo tem como gestor e administrador o banco BTG. De acordo com o último demonstrativo financeiro, o Atrium Nações Unidas possui quase R$ 485 milhões em ativos e um patrimônio líquido de aproximadamente R$ 38 milhões.
É uma poupança e tanto.

Lula pode dormir e morrer



Lula se reuniu com petistas nesta segunda-feira e, mais uma vez, disse que não quer presidir o partido, segundo a Folha de S. Paulo.
"Lembrando seus 71 anos, recém-completados, Lula comparou sua situação à do capitão da seleção na Copa do Mundo de 1970, Carlos Alberto Torres. morto no último dia 25 de outubro:
- Posso dormir e morrer".
Lula também pode acordar e ser preso.

AMANHÃ TEM LULA


Amanhã, a partir das 9h30, tem audiência de instrução da ação penal que investiga a compra do silêncio de Nestor Cerveró. O juiz Vallisney de Oliveira vai ouvir as defesas de Lula, José Carlos Bumlai e André Esteves.
A presença dos réus não é obrigatória. Mas Lula será onipresente.

O ESTRANHO NEGÓCIO DO BB NA ARENA DO PALMEIRAS


A construção do Itaquerão está na Lava Jato, mas a Arena do Palmeiras também precisa ser investigada.
O Banco do Brasil, então comandado por Aldemir Bendine, o Dida, emprestou inicialmente à construtora WTorrre, aquela que está na mira da República de Curitiba, cerca de 150 milhões de reais para que o estádio fosse erguido.
Construída a Arena, o BB entrou como "patrocinador" do estádio em 2015. Um patrocínio estimado entre 3 milhões e 6 milhões de reais por ano, de acordo com o noticiado na ocasião.
Antes disso, porém, o BB de Dida comprou todos os ingressos para eventos especiais da empresa criada para gerir a Arena do Palmeiras.
Ou seja, o credor começou a pagar o débito do devedor desde o início do empreendimento.

Lula não é Lula


A defesa de Lula vai tentar convencer Sérgio Moro de que o "italiano" das planilhas da Odebrecht não é Antonio Palocci e que o pós-Itália também não é Guido Mantega.
A estratégia é associar o codinome a Fernando Migliaccio, um dos responsáveis pelo Setor de Operações Estruturadas - o departamento da propina da Odebrecht.
Melhor alegar que Lula não é Lula, que Palocci não é Palocci e Mantega não é Mantega.

Defesa de Lula é uma piada


A defesa de Lula também tentará invalidar as planilhas da Odebrecht sob a alegação de que são documentos "apócrifos".
O Antagonista sugere que os advogados digam que tais planilhas não existem. Podem recorrer à hipnose.

URGENTE: PACIENTE RENAL PARTICIPE DA CONSULTA PUBLICA SOBRE " DISTÚRBIO MINERAL ÓSSEO"





ATENÇÃO!!!! AVISO DE UTILIDADE PÚBLICA

A partir de amanhã 05/11 a CONITEC abrirá CONSULTA PÚBLICA a respeito do Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) de Distúrbio Mineral Ósseo, onde se encaixam os renais crônicos com hiperparatireoidismo secundário, etc. 

PARTICIPEM DA CONSULTA PÚBLICA DANDO SUA OPINIÃO!!! INFORMEM SEUS MÉDICOS E PROFISSIONAIS DE SAÚDE PARA PARTICIPAREM TAMBÉM! DIVULGUEM!!!! A cidadania se faz com participação!!!!!!!!

link para contribuir: http://conitec.gov.br/consultas-publicas consulta pública nº 35



POR FAVOR AJUDEM NA DIVULGAÇÃO

O elo entre Gleisi ("Coxa") e a Odebrecht



Gleisi Hoffmann é alvo de inquérito sigiloso no STF que apura se a senadora praticou os crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de influência.
Segundo a PGR, o empresário Bruno Martins Gonçalves Ferreira teria repassado os R$ 500.000 da Odebrecht para Leones Dall’agnol, cujo currículo é longo: coordenador da campanha de Gleisi ao governo do Paraná em 2014, ex-chefe de gabinete de Gleisi na Casa Civil e integrante do conselho de administração dos Correios, quando Paulo Bernardo era ministro.
“Ouvido sobre os fatos, Bruno Ferreira asseriu que levou uma pessoa de nome Leones, chefe de gabinete da Senadora Gleisi Hoffmann, do aeroporto de Congonhas até o edifício da Odebrecht, ocasião em presenciou reunião entre Leones e Fernando Migliaccio da Silva na qual foi discutido o pagamento de verbas para a campanha da referida senadora”, diz relatório da PGR, segundo a Veja.

GLEISI: CODINOME “COXA”



Veja informa que Gleisi Ré Hoffmann aparece nas planilhas da Odebrecht identificada como “Coxa”.
Ela teria recebido R$ 500.000.

Polícia identifica mulher esquartejada no Centro Cívico e descobre que ela já tinha ido até a delegacia


Por Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias

cortada1
Mulher tinha 37 anos e era usuária de drogas. Foto: Reprodução/Facebook
A polícia sabe quem era a mulher assassinada e esquartejada na última quarta-feira (2), no bairro Centro Cívico, em Curitiba. Ela é natural de Curitiba, tem 37 anos, e foi identificada como Júlia Alvarenga Formizano.  A delegada Sabrina Alexandrino disse à Banda B que a mulher era usuária de drogas e conhecia os assassinos.
“Sabemos que a vítima era dependente química e teve um ex-namorado traficante, que também foi assassinado. Assim, acredita-se que o crime pode ter uma motivação relacionado a isso”, disse a delegada. A princípio, Sabrina disse que a identidade dela não seria revelada. Entretanto, uma coletiva de imprensa com o Instituto de Identificação pôs fim às dúvidas.
A mulher brutalmente assassinada já foi ouvida na DHPP como testemunha do crime contra o ex-namorado. “Ela já esteve aqui para prestar esclarecimentos. É uma mulher que tem RG no estado do Paraná e também em Santa Catarina”, afirmou.
Suspeitos negam
O segundo suspeito de matar e esquartejar a jovem também nega o crime, assim como o outro detido no dia do crime.  Preso pela Guarda Municipal de Curitiba (GM), na última sexta-feira (4), Marco Aurélio Barbosa disse que nem sequer conhecia a mulher. “Ele diz que não participou, porém temos testemunhas isentas e outras provas que o apontam como envolvido no caso. Agora resta saber a motivação exata, onde o crime aconteceu e se outras pessoas, além dos dois detidos, participaram”, concluiu a delegada.

Paranaense mata quatro pessoas da própria família e comete suicídio em Joinville



Do Portal Hora de Santa Catarina
crime-joinville
Roberto e a esposa Aline (Foto: Reprodução)

Parecia um domingo comum na casa da família Pasquali. Pai, mãe, filho, nora e neto estavam juntos na casa em que moravam, no bairro Aventureiro, em Joinville, preparando um churrasco para o almoço. Mas a manhã acabou com uma tragédia que chocou a cidade. Roberto Pasquali, de 24 anos, se matou com um corte de faca no pescoço. Mas, antes, matou o filho, Júlio César Pasquali, de três anos; a mulher, Aline Grasiela Dilkin, 25 anos; e o pai Nereu César Pasquali.
crime-2
Roberto matou o filho de três anos
Ele também atacou a própria mãe, Cleci Aparecida Melle Pasquali, de 50 anos, que foi socorrida e levada para o Hospital Municipal São José. Ela passou por uma cirurgia durante a tarde de domingo, mas acabou morrendo na madrugada desta segunda-feira.
Roberto matou a mulher e o filho, que faria quatro anos no dia cinco de dezembro, na cozinha da casa. Segundo o Instituto Médico legal (IML), a criança apresentava um corte profundo no pescoço e levou um tiro na cabeça. A mãe também foi esfaqueada no pescoço e baleada.
Após matar os dois dentro de casa, ele foi até a garagem e encontrou o pai já de joelhos. Esfaqueou e deu um tiro na cabeça do pai. Depois, esfaqueou a mãe. Voltou até perto da porta da cozinha e se matou com golpes de faca no peito e um corte profundo no pescoço.
Roberto e a família vieram do Paraná há pouco mais de três meses. Eles moravam em Santa Izabel do Oeste, cidade de 13 mil habitantes, e estavam recomeçando a vida em Joinville após perderem a empresa que tinham no Paraná.
Segundo Odair, o casal estava junto há sete anos. Sua família é de Planalto, cidade vizinha a de Santa Izabel do Oeste, de onde é a família de Roberto. Aline era a mais nova de quatro irmãos, e Odair falava com ela constantemente pela internet. Ele afirma que eles estavam felizes em Joinville, e que o casal era muito tranquilo.