VOTAÇÃO DAS DEZ MEDIDAS É ADIADA


O Antagonista apurou que o parecer de Onyx Lorenzoni não será colocado em votação hoje. A reunião com os demais integrantes da comissão especial segue a portas fechadas.
Tudo o que antecipamos mais cedo está acontecendo. Os deputados agora ameaçam derrubar o relatório de Lorenzoni caso ele não recoloque no texto a Medida 18, que imputava crime de responsabilidade a juízes e membros do MP.
Com ajuda de assessores, o relator tenta costurar um novo texto que puna juízes e promotores corruptos e preguiçosos, mas que não possa ser usado para retaliar ou intimidar a Lava Jato.

O telejornal da 13o Vara - Veja vídeo



Claudia Cruz disse, em audiência com Sérgio Moro, que sempre teve um padrão de vida elevado, nunca fez seu próprio imposto de renda e confia cegamente em Eduardo Cunha. "Ele dizia que o dinheiro era lícito."


'Não é momento para golpinho', diz relator do pacote anticorrupção


De Brasília

  • Pedro Ladeira/Folhapress
O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) disse esperar que não haja "golpinho" na votação de seu relatório sobre as medidas anticorrupção na comissão que discute o pacote sugerido pelo Ministério Público Federal.
"Eu espero que o Parlamento brasileiro tenha equilíbrio, bom senso e, acima de tudo, senso de patriotismo. Não é momento para dar golpinho, nem para fazer pizza nem para brincar com a vontade popular", disse o relator do pacote ao chegar à reunião.
Deputados planejam apresentar um parecer alternativo ao relatório oficial do pacote anticorrupção na Câmara prevendo explicitamente a anistia a quem praticou caixa 2 antes da aprovação do projeto. A ideia é aprovar o parecer alternativo na comissão nesta quarta-feira e colocá-lo em votação ainda nesta quarta no plenário da Casa para evitar que a repercussão negativa afete a votação novamente.
Partidos também mudaram os integrantes da comissão. No bloco do PT, houve três alterações. O PP também mudou um de seus deputados. Nas redes sociais, o procurador da República Deltan Dallagnol, da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, afirmou que as mudanças estariam sendo realizadas para que os novos titulares votassem contra o pacote.
O relator voltou a afirmar ser contra a anistia ao crime de caixa dois e disse acreditar que será possível aprovar o relatório se o colegiado mantiver 70% da composição original.
"O Brasil não merece ter hoje uma legislação tão falha que permite que relação pública/privada seja desse nível, que permite que a corrupção seja a regra, nós queremos que a correção seja a regra, e a corrupção o acidente", disse.

Marinha alerta para ondas de até 7 metros e rajadas de vento no Litoral do Paraná


Da Redação

O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) emitiu, nesta quarta-feira (16), alerta sobre a formação de ondas de 4 a 7 metros na área costeira do Paraná. Na área oceânica, a previsão é de ondas entre 3 e 4 metros. Estão previstas rajadas de ventos entre 50 e 75 km/hora.
ondaslitoral
Foto: Reprodução Sul Ao Vivo
O Aviso de Mau Tempo emitido pelo CHM prevê, também, ressaca atingindo a região compreendida entre Laguna (SC) e São Sebastião (SP), passando pelo Paraná, com ondas entre 2,5 a 3,5 metros.
O alerta da Marinha será válido até o próximo domingo (20).
Na semana passada, o governo do estado decretou situação de emergência nos municípios de Guaratuba e Matinhos, que foram atingidos por uma ressaca no final de outubro.
Orientações
A Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) alerta a todos os navegadores e condutores de embarcações menores, como as de pesca, para que evitem a navegação nestas áreas, em virtude das ondas e do vento.
A Capitania lembra sobre a importância de todos cumprirem as normas de segurança e possuírem todos os itens de salvatagem, como coletes salva-vidas, boias e sinalizadores, além de manterem equipamentos de comunicação em ordem e informarem sobre seus destinos e o percurso que farão antes de saírem com suas embarcações.

Gilmar Mendes e Lewandowski batem boca



Tarde quente em Brasília. Além da invasão da Câmara, o STF ferveu. Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski bateram boca, após o primeiro pedir vista de uma matéria. Eis a troca de gentilezas:
Lewandowski: “Que coisa mais heterodoxa” [referindo-se ao pedido de vistas].
Mendes responde, dizendo que heterodoxo é Lewandowski: “Basta ver o que vossa excelência fez no Senado” [referindo-se ao desmembramento do processo de impeachment de Janete].
Lewandowski: “Bata ver o que vossa excelência faz diariamente nos jornais.”
Diante do climão, a presidente do STF, Cármen Lúcia, encerrou a sessão. A matéria que causou a confusão é um recurso sobre se é possível cobrar contribuição previdenciária de pagamentos que não se referem ao salário ou aposentadoria, como o adicional de férias, adicional noturno e por insalubridade.
Lewandowski acompanhou o relator, ministro Luís Roberto Barroso, e votou contra a cobrança. Gilmar Mendes votou a favor, mas pediu vista depois.

Temer, o novo chefe do petismo



O PT morreu, mas o petismo é imortal.
O novo chefe do petismo é Michel Temer.

Aloysio Nunes: “ação ilegal e criminosa”



Aloysio Nunes (PSDB-SP), líder do governo no Senado, disparou contra os manifestantes que invadiram a Câmara hoje à tarde e defenderam uma intervenção militar. Segundo o senador, o caso deve ser tratado “com maior rigor”.

Júlio Marcelo: golpe nas 'Dez Medidas' é inaceitável



O procurador Júlio Marcelo se manifestou há pouco no Twitter sobre o golpe para enterrar o relatório de Onyx Lorenzoni sobre as Dez Medidas da Corrupção.
"Inaceitável que após ouvir mais de 120 colaboradores de todos os segmentos da sociedade, essa seja a resposta que os partidos oferecem."

O fim da democracia


Deputados do PT, PC do B, PP e PMDB estão armando no Congresso Nacional o golpe da anistia do caixa dois.
O Estadão confirma que, "segundo parlamentares envolvidos na articulação, a ideia é aprová-lo na comissão e colocá-lo em votação ainda nesta quarta-feira no plenário da Casa".
Se os membros da ORCRIM aprovarem essa manobra, na calada da noite, a democracia brasileira nunca mais conseguirá se recuperar.

Mulher de Cunha diz a Moro que ‘desconhecia’ conta em seu nome no exterior


estadao-5-8-3-6-1-1-4-4-3

Foto: Agência Senado.
Foto: Agência Senado.
A mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB/RJ) afirmou nesta quarta-feira, 16, ao juiz federal Sérgio Moro que “desconhecia a existência de conta no exterior em seu nome”. Cláudia Cruz é ré em ação penal por movimentar mais de US$ 1 milhão no exterior, valor supostamente oriundo de propinas recebidos pelo marido. A ação apura recursos mantidos por ela em conta no exterior não declarada.
Ela disse que nunca “desconfiou” de Eduardo Cunha. “Quando casei com ele transferi a ele a administração financeira da minha vida Nunca tive motivos para desconfiar dele”, declarou na audiência
Cláudia respondeu apenas as perguntas de seus advogados. A mulher do peemedebista, que está preso em Curitiba por ordem do juiz Moro, declarou que “apenas usava o cartão de crédito internacional para despesas pessoais e pagamento da educação de filhos”. Segundo ela, “a fatura era paga por Eduardo Cunha”.

Deltan alerta para o golpe nas 'Dez Medidas'


Informado sobre o golpe nas Dez Medidas denunciado por O Antagonista, Deltan Dallagnol publicou agora no Twitter um alerta. "É um desrespeito com os 200 milhões de brasileiros que querem um processo de discussão e aperfeiçoamento legítimo no Legislativo."

Advogados de Lula dizem que Moro trabalha para os americanos


Lula atacou Sergio Moro em Genebra.
Seu advogado australiano, Geoffrey Robertson, disse em uma coletiva de imprensa:
"O mais extraordinário desse caso é que o juiz Moro está agindo desse jeito, dando dezenas de declarações em que diz que Lula é culpado, e, mesmo assim, ele será o juiz responsável pelo julgamento de Lula, que deve começar na semana que vem. Isso é bizarro. Temos o dever de avisar a ONU de que o juiz Moro vai iniciar o julgamento e vai condenar Lula, obviamente".
Ele disse também:
"Não há nenhuma evidência que Lula comandou alguma coisa ilegal. A terceira acusação contra ele é ainda mais ridícula do que as outras".
O outro advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, genro de seu operador, acusou pateticamente a Lava Jato de defender interesses de países estrangeiros, em particular dos Estados Unidos:
"Está em curso um processo silencioso, com diversas ações abertas nos EUA, objetivando tirar do Brasil as reservas de petróleo e a riqueza delas recorrentes. Tudo ocorre com apoio da Lava Jato, com subsídios encaminhados periodicamente àquele país pelo promotores. Alguns delatores chegaram a ter passaportes devolvidos para que pudessem prestar depoimentos nessas ações no exterior".

URGENTE: NOVO GOLPE NAS DEZ MEDIDAS


O Antagonista soube que o golpe articulado para derrubar o projeto das Medidas Contra a Corrupção é muito pior do que a apresentação de um voto em separado.
Os partidos estão trocando os titulares da comissão favoráveis ao parecer de Onyx Lorenzoni por deputados contrários.

Manobra surpresa contra as 10 medidas


O Antagonista soube que Carlos Marun e Paulo Teixeira se preparam para apresentar voto em separado de última hora e tentar derrubar o parecer de Onyx Lorenzoni no projeto das 10 medidas contra a corrupção.

Lula e Cunha juntos contra as 10 medidas


Carlos Marun e Paulo Teixeira querem apresentar voto em separado para derrubar as 10 medidas contra a corrupção.
Carlos Marun é da tropa de choque de Eduardo Cunha. Paulo Teixeira é da tropa de choque de Lula.

Brasil vence o Peru, segue 100% na era Tite e se aproxima de classificação para a Copa do Mundo


Por Guilherme Coimbra

Gabriel Jesus marcou um gol e deu uma assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Peru (Lucas Figueiredo/CBF)
Gabriel Jesus marcou um gol e deu uma assistência na vitória por 2 a 0 sobre o Peru (Lucas Figueiredo/CBF)
O técnico Tite segue 100% no comando da seleção brasileira. Em mais uma demonstração de recuperação, o Brasil respira bons ares na liderança das Eliminatórias, cada vez mais próximo da classificação para a Copa do Mundo de 2018. A vítima desta vez foi o Peru, na madrugada desta quarta-feira (16), no Estádio Nacional, em Lima. Com gols de Gabriel Jesus e Renato Augusto, a seleção venceu por 2 a 0, foi aos 27 pontos e enxerga a vaga no mundial, que até poucos meses era colocada em dúvida, cada vez mais próxima.
A partida começou com certa intensidade. A primeira tentativa foi brasileira, logo aos cinco minutos, numa arrancada de Neymar pela esquerda. O camisa 10 puxou até a linha de fundo e cruzou para Philippe Coutinho, que tentou de primeira e mandou para fora. Mas quem assustou de verdade foi o Peru. Aos sete minutos, em boa troca de passes, Cueva deixou Carrillo livre na esquerda, com tranquilidade para dominar e bater cruzado. A bola explodiu no poste esquerdo de Alisson.
Depois do bom volume inicial, o ritmo do jogo decaiu. Controlando os ânimos dos peruanos, o Brasil assumiu o comando da partida e teve as melhores chances no primeiro tempo. Na melhor e mais perigosa delas, aos 35 minutos, Neymar cobrou escanteio e Fernandinho apareceu livre na área para cabecear, mandando por cima do gol de Gallese.
Mantendo a posse de bola, a seleção brasileira mostrou evolução ofensiva e passou a pressionar. E nem foi preciso muita insistência para abrir o placar. Aos 12 minutos, Renato Augusto recebeu na direita e rolou para Philippe Coutinho, que tentou a batida e foi travado. A bola sobrou para Gabriel Jesus, na parca do pênalti, bater no alto, sem chances para Gallese, no fundo das redes do Peru.
Os peruanos tentaram chegar ao empate, aos 26 minutos, em cobrança de escanteio de Yotún. A bola foi desviada por Loyola, o goleiro Alisson espalmou, ela bateu no jogador adversário e passou raspando na trave. Mas a noite era mesmo brasileira em Lima. Aos 30 minutos, Neymar recebeu na ponta esquerda, puxou para o meio e bateu colocado, no travessão de Gallese. Pouco tempo depois, aos 33, Gabriel Jesus fez boa jogada pela esquerda e rolou para Renato Augusto. O camisa 8 dominou e esbanjou tranquilidade para mandar no fundo das redes peruanas e dar números finais ao jogo.
Cada vez mais líder das Eliminatórias, o Brasil foi aos 27 pontos. A seleção brasileira volta a jogar apenas no dia 23 de março, fora de casa, contra o Uruguai, em jogo válido pela 13ª rodada da competição.

Mulher esquartejada no Centro Cívico escolheu como seria morta, contam assassinos; saiba a motivação


Por Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias


Julia Alvarenga Fornimazo, de 37 anos, escolheu como morreria assassinada dentro de um apartamento no bairro Centro Cívico, em Curitiba, no início deste mês. Os autores do crime, presos no último fim de semana, mataram Julia depois de ela  supostamente ter furtado drogas de dentro do imóvel usado para o tráfico de drogas na região.
julia
Julia escolheu como morreria, diz delegada (Foto: Facebook)
As informações foram confirmadas na manhã desta quarta-feira (16) pela delegada Sabina Alexandrino, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). “Conseguimos por imagens ver que o corpo foi retirado de um edifício no Centro Cívico. Foram feitas conversas com vizinho e houve o relato de uma movimentação de tráfico de drogas em um apartamento. Quando a polícia foi ao local, um dos moradores jogou drogas pela janela e fugiu da abordagem policial”, descreveu à Banda B.
O suspeito que fugiu era André Oliveira da Silva Santos. Ao lado de Renan Fonseca da Cunha, ele matou Julia depois da subtração de drogas no apartamento em que era inquilino e usava para fazer a distribuição de drogas aos pequenos traficantes da região.
presos
Suspeitos eram traficantes do Centro Cívico (Foto: Djalma Malaquias – Banda B)
“A vítima dormiu no apartamento e subtraiu drogas, passando a vender pelas ruas, o que deixou os traficantes enfurecidos. Eles foram atrás dela e a fizeram ir até o apartamento, onde pediram para ela confessar a subtração, o que não foi feito. Então decidiram matar e ainda a deixaram escolher como morreria, se baleada, esfaqueada ou asfixiada. Os dois usaram o cabo de um computador para asfixiá-la”, explicou a delegada.
Para se livrar do corpo, André e Renan contaram com a ajuda dos dois moradores de rua, que carregaram o corpo até o córrego na Rua Aristides Teixeira. “Consideramos o caso esclarecido, com base no que foi apurado e no depoimento de testemunhas. A investigação agora será levada ao Sistema Judiciário. Os envolvidos permanecem presos”, concluiu.
Os dois presos foram detidos com a ajuda da Guarda Municipal de Curitiba. Eles tinham várias passagens pela polícia e se preparavam para deixar a capital.

Sérgio Moro interroga mulher de Eduardo Cunha nesta quarta


O juiz Sérgio Moro interroga na tarde desta quarta-feira a mulher do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, em ação penal na Justiça Federal em Curitiba, base da Lava Jato. Cláudia é acusada de ter lavado dinheiro e evadido cerca de 1 milhão de dólares por meio de contas secretas no exterior abastecidas por seu marido com dinheiro da corrupção na Petrobras.
Na ação contra a mulher de Cunha, a Procuradoria da República aponta que o ex-deputado teria recebido propina de US$ 1,5 milhão para “viabilizar” a aquisição, pela Petrobras, de 50% do bloco 4 de um campo de exploração de petróleo na costa do Benin, na África, em 2011. O negócio foi tocado pela Diretoria Internacional da estatal, apontada como braço do PMDB no esquema de loteamento da Petrobras.
Desse valor, 1 milhão de dólares foram repassados para a offshore Kopek, que segundo a Lava Jato tem Cláudia Cruz como única controladora. Com apoio do Ministério Público da Suíça, a Lava Jato rastreou os recursos que aportaram na conta de Cláudia e identificou que eles foram utilizados, por exemplo, para pagar compras de luxo feitas com cartões de crédito no exterior.

  • 26 out 2016 - 10h10
Parte dos gastos dos cartões de crédito, que totalizaram 854.387,31 dólares, foi utilizada, dentre outras coisas, para aquisição de artigos de grife, como bolsas, sapatos e roupas femininas. Outra parte dos recursos foi destinada para despesas pessoais diversas da família de Cunha, entre elas o pagamento de empresas educacionais responsáveis pelos estudos dos filhos do deputado afastado, como a Malvern College (Inglaterra) e a IMG Academies LLP (Estados Unidos).
Cláudia ainda teria mantido, segundo a denúncia, depósitos não declarados às repartições federais na offshore Köpek em montante superior a 100.000 dólares entre os anos de 2009 e 2014, o que constitui crime contra o sistema financeiro nacional.
A mulher de Cunha responde ao processo criminal em liberdade. O ex-presidente da Câmara está preso por ordem do juiz Sérgio Moro, que comanda a Lava Jato na primeira instância judicial. Ele é réu em outra ação em Curitiba, acusado de receber propinas no esquema de corrupção da Petrobrás em contas não declaradas no exterior.

Edital de Divulgação Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Colombo 16/11/2016





 O Presidente da Câmara Municipal de Colombo, no uso de suas atribuições legais, divulga a pauta da Sessão Ordinária a ser realizada no dia 16/11/2016, às 16 horas



 Tribuna Livre: Avaliação do IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica


Colombo, 11 de novembro de 2016.




WALDIRLEI BUENO DE OLIVEIRA Presidente

Projeto Música e Cidadania, da Fanfarra Municipal de Colombo (Famcol), apresenta resultados na Câmara Municipal de Colombo




            
Clique na foto para ampliar
Clique na imagem para ampliar
Com a nova sede para os ensaios desde junho, o Projeto Música e Cidadania, da Fanfara Municipal de Colombo (Famcol) pode receber mais alunos do município para os ensaios de Teoria Musical, Prática Instrumental, Técnico, Percussão Rudimentar e Percussão Erudita, no bairro São Gabriel.
Os resultados começaram a aparecer de imediato: as participações em competições regionais e estaduais, em que a Famcol já tinham destaque, passaram a ter vitórias mais significativas. Alguns dos troféus e medalhas conquistados nos últimos meses foram apresentados na sessão ordinária da Câmara Municipal de Colombo desta terça-feira (8/11), pelo maestro Marcial Siqueira, no espaço da Tribuna Livre.
“Tendo o espaço para os ensaios contínuos com a banda, tivemos ótimos resultados no Campeonato Paranaense e na primeira Copa do Contestado. Nesta, a Famcol foi campeã em duas categorias e, no Paranaense, além da vitória em duas categorias, na somatória das pontuações, ficamos atrás apenas de uma banda sinfônica”, comemorou Siqueira. Ele conta que o grupo, fundado em 1997, aumentou significativamente: de 65 para 468 alunos por mês.
O Projeto Música e Cidadania iniciou na Escola Carlos Fontoura Falavinha e funciona de segunda a sábado, oferecendo a prática musical para a fanfarra no contraturno escolar para estudantes colombenses de escolas públicas e particulares. “A música é um agente transformador e oferece oportunidades, independente da classe social”, defendeu o maestro, que ocupa o cargo desde 2003.
Destaque para empresa local – A Tribuna Livre também foi ocupada pelo responsável pelo Grupo Corgraf, Vicente Donizete Ruiz Linares O grupo, sediado em Colombo, agrega a Editare Indústria Gráfica, fundada em 1984, a Corgraf Gráfica Editora, de 1994 e a Uvgraf Acabamentos Gráficos, fundada em 1998. Durante a sessão, Linares homenageou funcionários com maior tempo de casa.
“A Corgraf tem 33 anos, uma das empresas gráficas de maior destaque no marcado nacional, temos 126 troféus de excelência gráfica, em âmbito nacional e na América Latina. Para nós, é muito significante deixar, aqui, na Câmara de Colombo, uma palavra de agradecimento aos guerreiros trabalhadores com 23,  25 anos de casa. Uma organização não é feita de máquinas, mas de pessoas. Ao Legislativo, nossa mensagem é bem simples: vocês são os olhos e ouvidos dessa administração pública. Têm grande responsabilidade com essa comunidade. Que Deus lhes dê sabedoria para valorizar as pessoas da comunidade colombense”, afirmou.