URGENTE: PARECER DAS DEZ MEDIDAS APROVADO


Texto de Onyx Lorenzoni, que sofreu novas alterações, foi aprovado por unanimidade. Agora, os deputados votam destaques que podem modificar o texto de Lorenzoni.
Depois, segue para plenário, onde há o risco de emendarem uma anistia geral.
Atualização: a votação no plenário ficou para amanhã.

"A César o que é de César", diz juiz


O juiz federal Friedmann Wendpap, da 1a. Vara Federal de Curitiba, determinou a indisponibilidade dos bens da Odebrecht, da Odebrecht Plantas Industriais e da OAS num total de 3% sobre a receita das empresas.
Wendpap é responsável por ação de improbidade que envolve também Léo Pinheiro e Renato Duque.
"Se para custear a imoralidade, 3% sobre o valor dos contratos não lhes tolhia a libido empresarial, idêntico percentual para restaurar a honra há de ser motivo de júbilo na purgação das condutas deletérias que privatizaram ilegitimamente os bens públicos. Devolverão a César o que é de César em demorada penitência para que se grave na memória empresarial o custo moral e financeiro da promiscuidade entre o poder político e o econômico."

Lula: "Meu triplex


Durante congresso de professores em Serra Negra (SP), Lula cometeu ato falho ao comparar a atenção dada às denúncias contra ele no caso do tríplex com as do apartamento de Geddel Vieira Lima em Salvador (BA).
"Vocês percebem que não dão destaque ao apartamento do Geddel como deram ao meu tríplex".
Foi força de expressão, gente.

Cabral soube de operação da PF


Grampos da Operação Calicute indicam que Sérgio Cabral e integrantes do esquema de corrupção sabiam da investigação e que estavam sendo grampeados.
Num telefonema interceptado pela PF, reproduzido por Lauro Jardim, Fanny, a governanta da família, diz ao marido que era para manter "tudo em silêncio".
Em outro grampo, dois ex-assessores comentam que a investigação chegara no "Leblon", em referência ao ex-governador que é morador do bairro.
Reprodução

Senado aprova reforma política


Por 63 a 9, os senadores aprovaram hoje a PEC da reforma política que visa a reduzir a quantidade de partidos, com o fim das coligações e o restabelecimento de uma cláusula de barreira.
O texto vai agora para a Câmara.

Stand up (2): Que tal uma nova lição?



É a última, prometemos. Para encerrar o stand-up de hoje, Lula cravou que não tem medo de manchete de jornal, porque aprendeu a “ganhar de cabeça erguida.” Que tal aprender a perder com a mesma altivez?

Stand up (1): Ninguém vai, então



Só para desanuviar do noticiário pesado do dia: Lula continua com a turnê “Tem alguém mais honesto do que eu?”. Hoje, o “stand up” foi no Congresso da APEOESP.
Em um dos pontos altos da apresentação, afirmou que aqueles que divulgam mentiras sobre ele é que pedirão asilo. Entre nenhum e ninguém, quantos serão?

O golpe da anistia será dado hoje



Rodrigo Maia acertou, num almoço com líderes dos principais partidos políticos, a emenda que pretende anistiar a prática do caixa dois eleitoral e que pode livrar a maioria dos alvos da Operação Lava Jato, informa a Folha.
A intenção é aprovar a medida ainda na noite de hoje, no plenário, como emenda ao PL 4850/16, o pacote de Medidas Contra a Corrupção.

Janot contra o golpe



Rodrigo Janot, hoje à tarde, denunciou o golpe da anistia do caixa dois:
“Na verdade, o discurso de anistia se refere aos outros crimes que estariam por trás do caixa dois: lavagem de dinheiro, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, evasão de dividas. E essa discussão viria nesse sentido. Porque se você cria um crime hoje de caixa dois esse crime não pode retroagir, é só daqui para frente”.
A PGR tem de prender todos esses criminosos.

Léo Pinheiro é condenado em segunda instância


A oitava turma do TRF-4 confirmou a condenação de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e elevou sua pena em sete anos (alcançando 23 anos de prisão) por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
Léo, que teve sua delação rasgada por Rodrigo Janot, é o primeiro grande executivo envolvido no petrolão a ser condenado em segunda instância

"Acusações vão atingir a reputação dos presidenciáveis"


O Globo disse que 130 políticos serão atingidos pela Odebrecht.
"Pelas informações obtidas pelo jornal, os delatores fizeram acusações contra líderes de todos os grandes partidos da base governista e da oposição.
Uma das fontes disse ao jornal que as acusações vão atingir a reputação dos principais presidenciáveis do atual quadro político".
O Antagonista sabe que Lula, o "Amigo", está morto, assim como José Serra, o "Vizinho".
Geraldo Alckmin, o "Santo", está enrascado, da mesma maneira que Aécio Neves, embora este último tenha mais a perder com a delação da OAS.

O ANTAGONISTA NO SEU E-MAIL
Receba gratuitamente nossa newsletter com conteúdos exclusivos*
* Conteúdos não publicados no site

Comentários (41)

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.
600
Viviam 
Parece que Moro pediu mais 80 vagas no Complexo de Pinhais....

vult 
Melhor JAIR se acostumando.

INSPIRADO 
Alvaro Dias, Caiado, caso não tenham feito "kakakas" lá atrás e Bolsonaro, podem sair limpos destas delações e ser candidatos fortes.

aden 
Acho melhor vocês votarem em mim em 2018, pois terão a certeza que não tenho o ra.bo preso com ninguém! Pode ser também, qualquer um leitor/comentarista de O antagonista (que seja honesto, né), que assim como milhares de eleitores, estão indignados com tanta roubalheira e canalhice na política brasileira.
ADEN 2018
ADEN 2018
ADEN 2018
ADEN 2018
ADEN 2018

BOLSONARO PRESIDENTE 2018 
VOTE EM MIM PARA O BEM DA NAÇÃO O EXTERMÍNIO DA ESQUERDA

#LavaJatoNeles 
Antes do Natal algum outro TUBARÃO da política tem que ir pra cadeia.

Marcelo Danton Silva 
Temos nossa plataforma para a Presidência da Republica em 2018!
Não vamos regulamentar, cassar e reapresentar as PEC Propostas de Emenda Constitucional ORIGINAIS. O problema do Brasil é a corrupção e impunidade, pois cumprem uma pena leve e saem todos milionários (isso se forem pegos Olha o Geddel saiu livre). No Brasil não falta dinheiro. Falta honestidade. Nossa plataforma vai ser somente essa. Construir presídios, penas alternativas para pequenos delitos e penas pesadíssimas para corruptos e caixa 2. vem com a gente!

Francisco 
Não adianta tergiversar. Bolsonaro2018.

Fusca 
Thiago 4 minutos atrás
Dá nada não... quem tem a imprensa socialista na mão e um povo ignorante pra votar não tem o que temer. Qualquer marqueteiro resolve humanizando esses ladrões na época da campanha.

RA? 
RA? Aposto no codinome "lampadinha". Cabeçudo e "sabe tudo"...

URGENTE: ODEBRECHT ASSINOU ACORDO


A Odebrecht assinou o acordo de delação premiada.
Sim, finalmente.
A fonte é a GloboNews.

PT, PSDB e PMDB unidos


As Dez Medidas se transformaram em Seis Medidas.
A questão, agora, é saber se os deputados vão tentar aplicar outro golpe contra a Lava Jato, aprovando no plenário um destaque que contenha alguma forma de anistia para os crimes delatados pela Odebrecht e o resto do cartel das empreiteiras.
A imprensa bem-pensante sempre quis que PT e PSDB se unissem. Agora eles estão unidos na manobra comandada por Renan Calheiros e Michel Temer para salvar a ORCRIM.

Renan engana Requião


renan_requiao
Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, deu uma engabelada no colega Roberto Requião (PMDB-PR), relator do projeto de lei que modifica a lei de abuso de autoridade. Renan articulou e o Senado aprovou na noite desta terça-feira, 22, um requerimento de urgência para a votação do projeto. Na prática, a partir de agora, a proposta pode ser votada a qualquer momento no plenário. O projeto foi criticado por entidades do setor que acreditam que o texto é uma ameaça às investigações da Lava Jato. Com informações de Isabela Bonfim no Estadão.

De acordo com um calendário de votações apresentado por Renan, o projeto deve ser apreciado em 6 de dezembro, mas o peemedebista já indicou que pode colocar a proposta em votação logo após as sessões temáticas de debates do projeto, que se encerram em 1.º de dezembro.
Nessa quarta-feira, 22, o Senado realiza o primeiro debate, para o qual foram convidados o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Já no dia 1º, a discussão deve contar com a presença do juiz Sérgio Moro, que já se disse contrário à proposta.
(foto: Agência Senado)

Francischini denuncia complô contra projeto de combate à corrupção


fernando-francischini-foto-agencia-camara
O deputado Fernando Francischini (SD-PR) denunciou nesta terça-feira, 22, as manobras contra o projeto de inciativa popular que prevê medidas duras no combate a corrupção. Francischini foi retirado da comissão que analisa e vota ainda nesta terça-feira o relatório do projeto. O deputado votaria a favor das dez medidas e contra inserir a criminalização de juízes e promotores, principalmente como retaliação à Lava Jato.
“Como um dos autores do projeto de lei das 10 medidas de combate à corrupção, venho denunciar com indignação a manobra feita para me afastar da comissão que votaria agora o projeto”, disse Francischini.

“Não posso aceitar uma manobra de no último minuto antes da votação ser retirado. Vou permanecer e me pronunciar como um dos autores do projeto. Não vou aceitar uma manobra espúria dessa. A democracia não aceita mais soluções nas sombras, que são tramadas nos gabinetes fora dos microfones”, denunciou Francischini.
(foto: Agência Câmara)

Palocci é investigado por negócio bilionário entre BNDES e JBS

O ex-ministro Antonio Palocci, preso há dois meses em Curitiba na Operação Lava-Jato, está na mira de outra complexa investigação em Brasília. O petista é suspeito de ter ajudado o grupo frigorífico JBS a receber um investimento bilionário do BNDES. Instaurado a pedido do Ministério Público Federal, o inquérito sigiloso, obtido por VEJA, é conduzido pela Polícia Federal.
O objetivo da investigação é “apurar prática de atos de improbidade administrativa por parte de dirigentes do BNDES em razão dos investimentos, possivelmente fraudulentos, realizados nas empresas Bertin e JBS, bem como eventual participação de Antonio Palocci Filho com fins de beneficiar a empresa JBS”, segundo documento do MPF.
Com bom trânsito entre grandes empresários do país, Palocci tinha uma extensa lista de clientes, dos mais variados setores – de banqueiros a dono de rede de supermercados e hospitais. Entre as companhias que recorreram aos serviços de consultor do ex-ministro da Casa Civil está a JBS. De 2009 a 2010, a dona da marca de carnes Friboi pagou 2 milhões de reais para a Projeto Consultoria Empresarial e Financeira, de Palocci.
Oficialmente, o médico sanitarista assessorou o grupo frigorífico com análises das “perspectivas do mercado de carnes de frango” nos Estados Unidos. No mesmo período, a JBS recebeu um investimento de 3,5 bilhões de reais do BNDES. Os investigadores suspeitam que Palocci esteja por trás dessa operação financeira que apresenta indícios de fraudes.
O ex-ministro alega que ajudou a JBS na aquisição da produtora de frango americana Pilgrim’s, em setembro de 2009. No entanto, as negociações dessa transação começaram no segundo semestre de 2008 – e foram conduzidas por grandes escritórios de advocacia e bancos de investimento, especializados em fusões e aquisições.
Palocci, então deputado federal pelo PT, foi contrato pelo grupo frigorífico em julho de 2009, pouco antes da transação ser finalizada. No mesmo período em que comprou a Pilgrim’s, a JBS também anunciou a aquisição do grupo Bertin, parceiro de negócios do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula.

rasgado-ipl
O aporte do banco estatal na JBS foi um negócio e tanto. O BNDES comprou 3,5 bilhões de reais em títulos de dívida emitidos pela empresa, chamados de debêntures. Esses papéis foram convertidos em ações da companhia. A transação foi vantajosa para o grupo frigorífico, que não teve que arcar com juros de um empréstimo normal – e ainda ganhou o governo como sócio. O Tribunal de Contas da União já identificou indícios de que essa operação causou prejuízo aos cofres públicos. O caso está sendo analisado.
Em 2010, após receber os recursos do BNDES, a JBS doou 10 milhões de reais para a campanha que elegeu Dilma Rousseff à presidência da República. A vitória da petista nas urnas foi coordenada por Palocci, que logo em seguida foi nomeado como ministro da Casa Civil, em janeiro de 2011. Seis meses depois, o petista caiu após o jornal Folha de S.Paulo revelar que ele multiplicara o seu patrimônio prestando consultorias para diversas empresas.
Em setembro deste ano, Palocci foi preso na 35ª fase da Operação Lava-Jato, suspeito de ter uma relação criminosa com a empreiteira Odebrecht, que teria desembolsado mais de 128 milhões de reais em propinas para o ex-ministro e outros integrantes do PT. De acordo com a Polícia Federal, Palocci ajudou a construtora a destravar, por exemplo, um empréstimo do BNDES para desenvolver projetos em Angola. No início deste mês, o ex-ministro sentou pela primeira vez no banco dos réus, acusado pelo Ministério Público Federal de ter praticado os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.
Procurado, o advogado José Roberto Batochio, que defende Palocci, disse que o ex-ministro deu consultoria para a JBS, auxiliando no processo de aquisição da Pilgrim’s. “Foi entregue um relatório do serviço prestado. Não há, portanto, qualquer irregularidade”, afirmou o criminalista. A JBS informou, em nota enviada por sua assessoria de imprensa, que não teve acesso ao inquérito. “A JBS contratou a Projeto para a elaboração de estudos, análises e informações de cenários macroeconômicos e  do mercado mundial e norte-americano de proteína. O contrato realizado com a Projeto, em 2009, e seus  respectivos pagamentos estão devidamente formalizados e documentados”, diz a companhia. “Em nenhuma situação ou circunstância, Antonio Palocci ajudou, se envolveu, ou teve qualquer relação entre os negócios da companhia e o BNDES”, afirmou a JBS, ressaltando que o investimento do banco estatal está “em linha com as melhores práticas de governança e transparência, em uma transação típica de mercado”. O BNDES ainda não se manifestou.

Universitária sofre sequestro relâmpago e é mantida refém por casal; carro da família foi levado


Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

Uma universitária 19 anos foi mantida refém por um casal na noite desta terça-feira (22) na região norte de Curitiba. A ação criminosa durou cerca de uma hora e meia e o carro que ela dirigia foi levado pelos dois. A garota não sofreu ferimentos, mas foi obrigada a sacar uma quantia de R$ 100 de um caixa eletrônico 24 horas. A família disse que o carro, um Chery Face, cor preta, AUZ 9131, não tem seguro.
De acordo com o pai da jovem, a universitária foi abordada no bairro Barreirinha, em frente ao terminal, quando chegava na casa de uma colega. “O combinado era que ela chegasse em casa às 22 horas. Eu liguei no celular dela, ela atendeu e disse que estava indo na farmácia comprar um remédio. Eu achei estranho porque não tem ninguém doente. Nesse momento, ela disse depois que essa mulher estava com a faca no pescoço dela, ameaçando”, contou o pai.
O casal estava armado com uma faca e obrigou a jovem a ficar no banco do passageiro. Segundo depoimento dela à polícia, a mulher sentou no banco de trás e passou a ameaçá-la com uma faca. “Eles queriam dinheiro, celular, relógio. Foram em três agências do Banco do Brasil e como estavam fechadas decidiram sacar em um caixa 24 horas”, descreveu o pai à Banda B.
A família mora no bairro Boa Vista e a garota foi liberada no mesmo bairro, por volta das 23h30, após ter realizado um saque de R$ 100. Sem o carro, ela acionou a família e a Polícia Militar (PM). O boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Furtos e Roubos Veículos (DFR). Segundo a jovem, o homem está acima do peso, é moreno e de baixa estatura. Já a mulher é alta e cabelos enrolados.

Romário pede para investigar Luleco na CBF



O relatório de Romário para a CPI do Futebol apontou os negócios entre Luis Claudio Lula da Silva, o Luleco, e o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.
O Estadão reproduziu e-mails trocados entre os dois.
Num deles, de 16 de agosto de 2011, Luleco diz:
"Olá, presidente Marco Polo, tudo bem com o senhor? Gostaria de saber se tem alguma novidade com o projeto futebol feminino ou com nossa participação na Federação Paulista. Fico no aguardo. Grato”.
Del Nero respondeu:
"Já tenho alguma coisa, passe por aqui. Abraços”.
Em 1° de setembro, Luleco voltou à carga:
"Já conversei com o pessoal da Sport Promotion e fizemos um rascunho do projeto, gostaria de ir apresentar ao senhor. Fora esse assunto, o que o senhor acha de fazermos as placas nos estádios de LED para a Série A?”

COLUNA DE SAÚDE DE ROSANE DO CARMO: A saúde emocional e física


Você sabia que quando seu emocional não está bem, seu corpo responde?
Sabia que muitas doenças são provenientes de algum problema mal resolvido que estava pendente, do passado?
Que cada órgão corresponde a algum fator que estejamos passando?

 O emocional mexe muito conosco, mexe com nosso físico. Nosso corpo.
Algumas pessoas desenvolvem depressão, e   até certos tipos de câncer devido a algo inacabado, ou alguma coisa que os incomoda e não sabe, ou não consegue associar e resolver.
  É muito importante que possamos dedicar um momento  para avaliar até que ponto cuidamos de nosso corpo, nosso espírito e nossa mente.
Hoje, com tanto trabalho, compromissos e falta de tempo, não percebemos que nosso organismo fica desestabilizado e fragilizado.. Os nossos problemas emocionais tem influenciado muito na saúde.

 Conheço pessoas que desenvolveram câncer no estômago por estresse, câncer de pulmão por emocional reprimido, renite  alérgica  por conflitos, isso comprovado  por estudos, pois cada órgão corresponde a um sentimento.
E o mesmo pode adoecer sim, devido à fatores que não são físicos. E sim emocionais.
Pq nem sempre sabemos lidar com nossos problemas.

Hoje há várias formas de  ajuda para trabalhar problemas e a mente:

·         Terapia Psicológica,
·         Psiquiátrica,
·         Acupuntura,
·         Ajuda  espiritual (oração),
·         Meditação,
·         Exercícios, que nos auxiliam a trabalhar nossa mente.
·         Exercícios físicos.
·         E até medicação se necessário.

O que mais precisamos ver,  é a importância em ser feliz, em nos amarmos, e colocar em primeiro lugar nós mesmos.
A vida é muito curta para que deixemos tudo acontecer, e não haja tentativa de querer estar feliz. E isso depende unicamente de cada um.

Nossa saúde depende em primeiro lugar de nossa vontade e nossas ações.

E quando não estamos bem. Devemos procurar  o serviço de saúde, ele  nos atenderá, e tem todo preparo necessário para ajudar a resolver.

Não deixe de procurar ajuda.

Rosane do Carmo

Romor123@icloud.com







Colombo Previdência realiza evento de natal


WEBMASTER 22 DE NOVEMBRO DE 2016

Atividades animaram cerca de 250 aposentados que participaram da 7ª edição do encontro

A festividade aconteceu no Pavilhão de Eventos do Parque da Uva e reuniu os aposentados.
A festividade aconteceu no Pavilhão de Eventos do Parque da Uva e reuniu os aposentados.
Os participantes se divertiram com exercícios de alongamento, danças, show de prêmios e gincanas.
Os participantes se divertiram com exercícios de alongamento, danças, show de prêmios e gincanas.
O evento contamos contou com a colaboração da Caixa Econômica Federal.
O evento contamos contou com a colaboração da Caixa Econômica Federal.
Anualmente a Colombo Previdência, autarquia da Prefeitura Municipal de Colombo responsável pela gestão das aposentadorias e pensões dos servidores públicos da cidade, realiza um evento como forma de agradecimento aos servidores contribuíram para a construção do município. Em sua 7ª edição, o Encontro Cultural em Ritmo Natalino reuniu cerca de 250 aposentados, que participaram de diversas atividades no pavilhão do Parque Municipal da Uva.
A Assistente Social e coordenadora do Projeto FelizIdade, Priscilla Binder Binhara ressalta que a festa é feita com todo carinho e dedicação aos servidores que tanto contribuíram e trabalharam pelo município de Colombo. “Foi com esse objetivo que na última sexta-feira, 18, promovemos o Encontro Cultural em Ritmo Natalino. O evento foi uma realização da Colombo Previdência”, destacou.
A festividade aconteceu no Pavilhão de Eventos do Parque da Uva e reuniu os idosos, que tiveram a oportunidade de reencontrar os colegas com quem por tanto tempo trabalharam. Os aposentados se divertiram com exercícios de alongamento, danças, show de prêmios e gincanas.
O superintendente da Colombo Previdência, Eliseu Ribeiro destacou a importante parceria para a promoção do Encontro e sente-se realizado e orgulhoso pelo trabalho de sua equipe. “Para a realização deste evento contamos com a colaboração da Caixa Econômica Federal, importante parceira nas ações realizadas pela autarquia”.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: Marcio fausto/ PMC