PPS não vai tolerar anistia ao caixa 2, diz Rubens Bueno


rubens-bueno-6
O deputado Rubens Bueno, líder do PPS na Câmara Federal, criticou a polêmica emenda que pode ser incluída no projeto das 10 medidas contra a corrupção, anistiando o uso de caixa 2 por candidatos e partidos em períodos de campanha eleitoral. “(…) um dos projetos de nossa autoria foi aprovado, que é exatamente evitar a prescrição enquanto não devolver o dinheiro desviado para o erário público”, disse Rubens Bueno.
“E a outra parte, não a qualquer tipo de anistia, por que não vamos absolutamente tolerar que criminosos tenham anistia e com apoio da Câmara Federal”, completou o deputado, nesta entrevista exclusiva ao blog.

Rubens Bueno também falou da crise política da semana, que resultou no pedido de demissão do ex-ministro Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo). “Demorou para pedir demissão, o envolvimento dele, num cargo de ministro, junto com outro membro do governo, demonstra tráfico de influência, isto é um abuso de autoridade”, ressaltou.
Em relação ao pedido de impeachment, articulado pelo PT e outros partidos de esquerda, Rubens Bueno disse que isto é “uma coisa normal, natural”. “A Dilma teve mais de 40 pedidos de impeachment”, recordou. O deputado está coordenando, sexta-feira e sábado (25 e 26), em Curitiba, o encontro com prefeitos, vices e vereadores eleitos pelo PPS no pleito de 02 de outubro último. O vento tem como atações o presidente da Câmara, Rodrigo Maia e o senador Cristóvão Buarque.
A seguir a íntegra da entrevista
Como o PPS vê o caso envolvendo o ex-ministro Geddel Vieira Lima?
Rubens Bueno – Com relação ao ministro Geddel, já disse há dois dias atrás, a demissão seria o caminho para acabar com a crise. Demorou para pedir demissão, o envolvimento dele, num cargo de ministro, junto com outro membro do governo, demonstra tráfico de influência,. Isto é um abuso de autoridade. Então, esta é uma posição tomada, um assunto que está concluído e agora é ver como vai se demandar e sair da crise política que o país se encontra.
Qual sua opinião sobre os partidos de oposição que anunciaram um pedido de impeachment a ser protocolado na próxima semana?
Este negócio de pedir impeachment, a Dilma teve mais de 40 pedidos de impeachment. Isto é uma coisa normal, natural que qualquer cidadão pode pedir baseado em alguma coisa. Mas não é assim tão simples, até por que não há razão para o impeachment de alguém que vai gravar o presidente da República. O crime grave que aconteceu foi de quem gravou o presidente da República, colocou numa situação muito difícil de insegurança todo país.
E a emenda que anistia o caixa 2 que tramita mais nos bastidores da Câmara. O PPS tem uma posição?
É uma posição externada várias vezes. Não só vamos apoiar, como estamos apoiando as 10 medidas de combate à corrupção, como um dos projetos de nossa autoria foi aprovado, que é exatamente evitar a prescrição enquanto não devolver o dinheiro desviado para o erário público. E a outra parte, não a qualquer tipo de anistia, por que não vamos absolutamente tolerar que criminosos tenham anistia e com apoio da Câmara Federal.
Este evento hoje e amanhã (sexta e sábado) é uma forma do partido contribuir no mandato dos eleitos?
Este evento é tradicional do PPS. Primeiro se prepara os candidatos para as eleições, e é obrigatório. Depois da eleição se prepara os eleitos para o exercício do mandato.
O PPS, principalmente no Paraná, tem fama de ser linha dura com relação aos filiados. Este deve ser o caminho para todos os partidos?
Não é linha dura, é fazer o certo. É saber que as pessoas vão desempenhar o mandato de representante do povo, ou de governante, que eles tenham a preparação mínima. Este é o papel do partido. Ninguém pode ser candidato a cargo nenhum no Brasil, se não for filiado a partido político. Então cabe ao partido a responsabilidade de preparar seus candidatos e o PPS cumpre isto com rigor.
Para concluir, sua avaliação sobre desempenho os candidatos do PPS no Paraná.
Muito bem. Cidades importantes como Guarapuava, Ponta Grossa, Campo Mourão. Vencemos em 22 municípios no estado, 23 vice-prefeituras, 176 vereadores. Então, acho que é um resultado muito bom para um partido como o nosso que é respeitado em todo Estado.

Gleisi deve disputar Câmara dos deputados


gleisi-lula
O ex-presidente Lula defende que os principais quadros do PT, ex-ministros, ex-governadores, ex-prefeitos, deixem seus projetos individuais de lado e se candidatem à Câmara dos Deputados com o objetivo de puxar votos para os demais nomes do partido. Entre os nomes citados estão os de Fernando Haddad, Luiz Marinho, Eduardo Suplicy, Jaques Wagner, Lindbergh Farias, Tarso Genro, Olívio Dutra, Marcio Pochmann, José Guimarães, Ideli Salvatti, Gleisi Hoffmann, Patrus Ananias, Aloizio Mercadante e Humberto Costa, entre outros.

No Paraná, o desconforto é grande já que o próprio PT estima que a bancada que será eleita em 2018 deve se reduzir a um ou dois parlamentares. Enio Verri e Zeca Dirceu, atuas deputados, não esperam que Gleisi venha também concorrer a uma vaga no legislativo. Outro nome forte no petismo é de Jorge Samek, atual presidente da Itaipu Binacional, que passou incólume do desgaste do partido nos últimos anos. Samek deve ficar a frente da binacional até março de 2017 e pode concorrer, a pedido de Lula, a uma vaga na Câmara dos Deputados.
A possibilidade de que o PT tenha uma queda drástica no número de deputados se tornou uma preocupação para Lula. Nas últimas semanas, ele manobrou para esvaziar ameaças debandada vindas do Muda PT, grupo formado pelas cinco maiores correntes de esquerda do partido e que tem a maioria da bancada petista na Câmara.
O temor de Lula se acentuou depois do fracasso histórico da legenda nas eleições municipais. Interlocutores do ex-presidente avaliam que o resultado de 2016 é apenas um sinal do que deve ocorrer em 2018. Alguns dirigentes avaliam que a bancada, hoje com 58 deputados, pode ser reduzida a 20 nomes. Com isso, o PT perderia tempo na TV, verbas do fundo partidário e relevância nas principais discussões no Congresso.

PT do Paraná é a favor da anistia ao caixa 2


zeca-enio
Os dois deputados do PT do Paraná – Enio Verri e Zeca Dirceu – não assinaram na quarta-feira, 23, a nota pública da bancada do partido contra a corrupção e contra a anistia ao caixa dois – proposta articulada no Congresso Nacional para ser incluída no projeto das 10 medidas contra a corrupção. Zeca Dirceu é filho do ex-ministro Zé Dirceu, preso em Curitiba e denunciado em envolvimento no esquema de desvio de dinheiro da Petrobras. A Lava Jato também foi autorizada pelo STF a investigar o deputado petista.

No caso da anistia, a bancada federal do PT rachou. Dos 58 deputados, 31 não assinaram o documento. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) também emudeceu sobre o assunto.
(foto: internet)

SUPERINTENDENTE DO BNDES É ALVO DE BLOQUEIO DE BENS



A juíza Neusa Larsen determinou ontem o bloqueio de bens num total de R$ 1 bilhão, além da quebra de sigilo fiscal, de Sérgio Cabral, de seu ex-secretário da Fazenda Júlio Bueno e da companhia Michelin.
Também foi alvo da medida Maurício Elias Chacur, que presidia a Agência de Fomento do Rio no governo Cabral. Ocorre que Chacur é hoje superintendente da Área de Gestão de Riscos do BNDES, nomeado por Maria Silvia.

Após quase um mês de protestos, estudantes desocupam prédios da UFPR


Da Redação
Foto: Divulgação
Reitoria é um dos prédios que foi desocupado neste sábado (Foto: Divulgação)
Após quase um mês de mobilizações, estudantes que ocupavam prédios da Universidade Federal do Paraná (UFPR) começaram a deixar os locais neste sábado (26). A decisão de reintegração de posse foi entregue nesta sexta-feira (25) e os estudantes decidiram deixar os oito prédios em Curitiba e um em Matinhos, no litoral, pacificamente. Os alunos protestam contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55, que estabelece um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos, e em relação à Medida Provisória que propõe reforma no ensino médio.
De acordo com o movimento Ocupa UFPR, a desocupação dos prédios não é um fim do movimento de lutas, mas sim parte dele. “Os ataques aos estudantes e trabalhadores continuarão e nosso propósito é intensificar as mobilizações contra a retirada de direitos e o desmantelamento dos serviços públicos, em especial saúde e educação. Mesmo com a desocupação, a greve e mobilização estudantil se mantêm. Entendemos que somente a luta coletiva e organizada é capaz de barrar esses retrocessos de direitos. Essa crise não é nossa e a população não pagará por ela”, postou o movimento no Facebook.
As ocupações refletiram na aplicação das provas da segunda fase do vestibular da UFPR. As provas que deveriam acontecer na segunda-feira (28), estão acontecendo neste sábado.
Na segunda-feira, as aulas devem voltar ao normal.

O PMDB quer mudar de nome voltar a ser MDB



O PMDB quer mudar de nome, anunciou hoje Romero Jucá, presidente do partido. A ideia é voltar a ser MDB, como entre 1966 e 1979.
A proposta será discutida em todos os Estados. Se aprovada, passaria a valer em fevereiro do ano que vem.
"Queremos deixar de ser partido e ser um movimento", justificou Jucá.

Decisão do STJ abre caminho para que ex-deputado Carli Filho vá a júri popular


Redação
carli

O ex-deputado estadual Carli Filho perdeu seu último recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ). O Diário da Justiça da União, publicou nesta sexta-feira (25), decisão unânime da Corte Especial do STJ, negando provimento ao último recurso de agravo interposto pela defesa de Carli Filho. Com essa decisão, a liminar do STF concedida pelo Ministro Ricardo Lewandowski que suspendia a realização do júri enquanto tivessem recursos pendentes no STJ, deverá ser revogada.
Após a revogação da liminar o STF comunicará a Segunda Vara de Curitiba para redesignar o julgamento de Carli Filho pelo Júri popular.O advogado Elias Mattar Assad,  assistente da acusação pela família da de uma das vítimas do acidente em maio de 2009, Gilmar Yared, declarou que “a decisão era esperada pois nenhuma violação da Constituição se verifica no processo. Agora, o STF deverá revogar a liminar que suspendia o julgamento pelo júri e ser designada a data tão esperada pelas famílias vitimadas e pela sociedade paranaense”.
A mãe, de Gilmar, a deputada federal Christiane Yared, declarou que, apesar da demora, confia que no primeiro semestre do próximo ano Carli Filho seja julgado.
O acidente
O acidente de trânsito que envolveu o ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho aconteceu no dia 7 de maio de 2009. Foi nesta madrugada que morreram Gilmar Rafael Yared (26) e Carlos Murilo de Almeida (20), num cruzamento do bairro Mossunguê, em Curitiba.
A perícia constatou que Carli Filho dirigia em alta velocidade, entre 161 e 172 Km/h. Ele também estava com carteira de habilitação suspensa e tinha 24 multas por excesso de velocidade, cinco delas na mesma via onde o desastre aconteceu, cujo limite é de 60 Km/h.

Colombo elege neste sábado, 26, a Rainha da 54ª Festa da Uva


WEBMASTER 24 DE NOVEMBRO DE 2016

Durante o evento haverá o desfile das candidatas que também terão que mostrar seus conhecimentos sobre o município

rainha-01Acontece neste sábado, 26, às 20h, o concurso que elegerá da Rainha da 54ª Festa da Uva, além de definir a 1ª e 2ª Princesas. Vale lembrar, que um dos maiores símbolos da festa é a Rainha da Uva, que tem como responsabilidade divulgar esse belíssimo evento. O concurso acontecerá no Pavilhão de Eventos do Parque Municipal da Uva.
A tradicional Festa da Uva de Colombo busca valorizar os agricultores, comerciantes e as tradições do município de Colombo, oportunizando a divulgação de seus produtos e suas potencialidades, por meio da gastronomia, dança música e artesanato.
Durante o evento haverá o desfile das candidatas que também terão que mostrar seus conhecimentos sobre o município.
A preparação das candidatas acontece durante toda a semana, com visitas a pontos turísticos do município. Entre os roteiros estão à Casa da Cultura, Gruta do Bacaetava e o Parque Municipal da Uva, além de vinícola, onde o processo de fabricação do vinho é apresentado.
Também serão realizados os primeiros ensaios fotográficos e de passarela, além de uma breve palestra no Museu Municipal Cristóforo Colombo sobre a história de Colombo.
Serviço:
Concurso da Rainha da 54ª Festa da Uva de Colombo
Dia: 16 de novembro
Horário: 20 h
Local: Pavilhão de Eventos do Parque Municipal da Uva, localizado na Rua Endereço: Marechal Floriano Peixoto, 8771 – Centro.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: 
facebook.com/pmdecolombo

A batalha de Cerveró para não voltar à cadeia

Até o ano passado, Nestor Cerveró vivia como um rei. Quando era diretor da área Internacional da Petrobras, recebia só de salário 135.000 reais por mês — sem contar os 40 milhões de reais em propinas que admitiu ter embolsado em menos de dois anos. Morava em uma cobertura de 300 metros quadrados em Ipanema, com vista para o mar, e sua única preocupação financeira era como gastar tanto dinheiro.
Hoje, tudo isso ficou para trás. Com as contas bloqueadas pela Justiça e uma penca de credores batendo à sua porta, ele junta moedas para pagar a multa de 17 milhões de reais imposta pela Lava-­Jato. Ela vence em 1º de janeiro. Se não quitar a dívida, sairá da prisão domiciliar que desfruta desde junho deste ano e voltará para trás das grades.
Sem um tostão, comprou uma briga de família para conseguir o que, nos tempos áureos, considerava troco. Entrou na 12ª Vara de Órfãos e Sucessões do Rio de Janeiro para reivindicar 459.000 reais da herança de seu pai, que estão com sua mãe, Carmem Cerveró Torrejon de Cuñat, de 90 anos, e sua irmã, Mary Carmem Cuñat Cerveró.
Quando o pai morreu, em outubro de 2013, Cerveró escreveu uma carta de próprio punho à família abrindo mão da herança, diz a irmã. Ainda assim, ela relata ter assinado um cheque de 50.000 reais em favor do irmão. Mary confessou a VEJA ter ficado surpresa com a iniciativa de Cerveró de requerer parte na herança neste momento.
A tentativa é um dos caminhos que o agora delator da Lava-Jato busca para juntar dinheiro. Quando fez acordo de delação, ele teve seis apartamentos no Rio confiscados. Pôs todos à venda, mas, com a crise, não conseguiu vender nenhum. A cobertura em Ipanema está no mercado por 9 milhões de reais. Não teve ofertas.
Atualmente, Cerveró cumpre a prisão domiciliar em uma casa em Petrópolis. Além da dívida, problemas mais mundanos o atormentam por lá. Como a região é montanhosa, sua tornozeleira eletrônica perde o sinal de GPS com frequência, o que força os funcionários da Justiça do Paraná a lhe telefonar constantemente para saber se continua no local. Apesar de ele próprio atender o telefone, os agentes pedem que fique no quintal por pelo menos dez minutos, para que o sinal seja restabelecido.
Se não conseguir pagar as dívidas, ao menos esse problema Cerveró não vai mais ter — na carceragem de Curitiba, os agentes poderão vigiá-lo bem de perto.

Dieta nutricional natural reforça tratamento de pacientes em recuperação domiciliar em Colombo


WEBMASTER 25 DE NOVEMBRO DE 2016

A dieta nutricional artesanal conta com a participação da família. Preparada em casa, com alimentos simples e compatível com o hábito alimentar do dia a dia da família

Dona Joana Marçaneiro, 72 anos está se recuperando de uma cirurgia e utiliza a dieta natural.
Dona Joana Marçaneiro, 72 anos está se recuperando de uma cirurgia e utiliza a dieta natural.
 O morador do bairro Campo Pequeno, Valdir Vieira Figueiredo, 56 anos está entre os 225 pacientes assistidos pelo Programa Municipal de Dietas Especiais (PMDE). Há três meses Figueiredo foi diagnosticado com câncer na garganta. Desde então, se alimenta com a dieta natural mista por meio de uma sonda. E, há uma semana Figueiredo vem fazendo a introdução de alimentos líquidos e em pequenos pedaços. “A adaptação está sendo tranquila. As nutricionistas passam várias opções fáceis de fazer e me sinto mais próximo da família, me alimentando com os mesmo alimentos que eles consomem”.
Ação faz parte do Programa seguido pela Prefeitura de Colombo por meio da Secretaria de Saúde – com base na Portaria nº 347 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
De acordo com o médico e Secretário de Saúde, Darci Martins Braga, a dieta natural proporcionar a nutrição necessária para o organismo de forma líquida administrada por meio de um tubo flexível (sonda). “Os nutrientes são iguais aos que você obteria pelo consumo de alimentos, e também são digeridos da mesma maneira. E contém tudo o que o paciente em casa precisa diariamente, incluindo carboidratos, proteínas, gordura, vitaminas, minerais e água”, explica.
A dona Joana Marçaneiro, 72 anos está se recuperando de uma cirurgia.  Após a retirada de um tumor cerebral em julho deste ano – ela recebe a ajuda do esposo na preparação da dieta. “Há cinco meses venho me alimentando por meio de uma sonda. As nutricionistas ensinaram o meu esposo e ele faz direitinho. Recebo o acompanhamento e orientações e isso me deixa mais tranquila também. Estou me sentindo cada vez melhor e adaptada. Essa semana inclusive ele fez uma vitamina e foi muito fácil introduzir na sonda”, contou dona Joana, moradora do bairro Rio Verde.
 Quando utilizar a dieta natural
De acordo com a nutricionista, doutora em Nutrição Clínica, Maria Eliana Shieferdecker, as sondas para alimentação devem ser utilizadas quando o paciente não pode ingerir sua dieta pela boca. Também são recomendadas quando não consegue atingir as necessidades nutricionais do organismo apenas com a alimentação via oral.
“Existem dois tipos de dieta: a natural e a industrial. Nos dois casos são os nutricionistas que avaliam a mais indicada para cada paciente”, explica a professora da UFPR (Universidade Federal do Paraná).
A Dieta natural enteral é preparada com os alimentos usuais como verduras, legumes, leite, arroz, carne, frango, entre outros. “Cada paciente é orientado com detalhe s sobre a maneira de preparo, além da quantidade dos alimentos utilizados para que a dieta seja completa e equilibrada” ressaltou a nutricionista.  
Já a dieta Industrializada está pronta para ser administrada. A forma pode ser pó ou liquida. “Também o profissional orienta os pacientes sobre a forma mais adequada para cada caso”, enfatizou Maria Eliana.
Periodicamente o Serviço de Nutrição realiza o acompanhamento nutricional destes pacientes, onde se determina a possibilidade do uso de dieta natural mista. O Programa foi reestruturado de acordo com o Caderno de Atenção Domiciliar e Cuidado em Terapia Nutricional do Ministério da Saúde de 2014
Reavaliação nutricional 
Recentemente o Programa realizou uma reavaliação social e nutricional com os pacientes atendidos, onde se constatou que em alguns casos, que existe a possibilidade da substituição de uma dieta 100% industrializada pela dieta natural mista. “Esta dieta conta com a participação da família, preparada em casa, com alimentos simples, compatível com a rotina alimentar do dia a dia de qualquer família”, destacou a nutricionista e coordenadora do Programa Municipal de Dietas Especiais (PMDE), Ana Paula Kulig.
No dia 22 de outubro, aconteceu capacitação coletiva com famílias participantes do Programa, com intuito de esclarecer dúvidas em relação à preparação da dieta. Vale lembrar, que o Programa visa garantir a integridade da assistência nutricional, através de orientação e educação nutricional aos familiares ou cuidadores.
Sobre a dieta enteral 
A nutrição enteral, de acordo com Portaria nº 347 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), é definida como: “alimentos para fins especiais, com ingestão controlada de nutrientes, na forma isolada ou combinada, de composição química definida ou estimada, especialmente elaborada para uso por sondas ou via oral, industrializadas ou não, utilizados exclusiva ou parcialmente para substituir ou complementar a alimentação oral em pacientes desnutridos ou não, conforme suas necessidades nutricionais, em regime hospitalar, ambulatorial ou domiciliar, visando a síntese ou manutenção dos tecidos, órgãos ou sistemas”.
Vale lembrar, que Prefeituras, como Piraquara e Curitiba também seguem protocolo similar, adaptado a partir do modelo seguido com sucesso na capital Belo Horizonte.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo
Foto: João Senechal/ PMC

Unidades de Saúde de Colombo concorrem ao Selo da Qualidade

WEBMASTER 25 DE NOVEMBRO DE 2016

Condecoração faz parte do Programa APSUS que reconhece o trabalho de atendimento ao cidadão realizado com segurança

Unidades de Saúde do município de Colombo estão concorrendo ao Selo Bronze de Qualidade, oferecido pelo Governo do Estado, através do Programa de Fortalecimento da Qualidade da Atenção Primária a Saúde – APSUS, que tem por objetivo melhorar os serviços oferecidos em todo o estado. Ao total, são três: Liberdade, Moinho Velho e Jardim das Graças.
As UBS serão avaliadas em relação à organização dos processos de trabalho, a ambiência e a gestão da qualidade do serviço oferecido. A avaliação acontece nesta terça-feira, 29, durante todo o dia.
Para o Secretário Municipal de Saúde, Darci Martins Braga ressalta sobre os desafios do dia a dia do profissional da saúde. “Nós da saúde somos como pontes, por exemplo, entre a dor e o alívio, a tristeza e o conforto, e precisamos sempre doar o nosso melhor para as pessoas que atendemos. Estou muito feliz pelas das equipes das unidades indicadas”.
O projeto APSUS visa à qualidade no atendimento ao cidadão, e a qualificação de cada profissional da área da saúde na rotina de trabalho. A ação foi criada através do governo estadual buscando as relações entre o estado e os municípios, no fortalecimento das capacidades de assistência e de gestão, implantando as Redes de Atenção à Saúde na complementação do Sistema Único de Saúde (SUS).
“Conquistar o Selo é mais que um reconhecimento. É a realização do trabalho que os profissionais da saúde promovem, e a confirmação do resultado de toda a equipe”, disse o Dr. Braga.
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

Caminhada em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra o HIV acontece em Colombo


WEBMASTER 25 DE NOVEMBRO DE 2016

Objetivo é sensibilizar a população sobre medidas de prevenção do HIV e incentivar a realização dos testes rápidos

Caminha em alusão ao Dia Mundial de Luta Contra o HIV acontece em ColomboA Prefeitura de Colombo, por meio da Secretaria de Saúde realiza no dia 1 de dezembro, às 10h, uma caminhada em comemoração ao Dia Mundial de Luta Contra o HIV. A caminhada sairá do pátio do Pronto Atendimento Alto Maracanã – localizado na Rua São Pedro, 855, Jardim Nossa Senhora. de Fátima – em direção ao Centro de Especialidades Médicas do Maracanã (CEM).
De acordo com o Secretário da Pasta, Darci Martins Braga, o evento busca sensibilizar a sociedade sobre medidas de prevenção das DST/ HIV e consequentemente o incentivo á realização dos testes rápidos. “Essas atividades são previstas nas políticas públicas de promoção á saúde dos usuários que vivem com HIV e DST. Buscamos fomentar essas ações e convidamos a todos os parceiros e colaboradores para este evento”, disse.
Orientações e exames
Além da tradicional caminhada, estão previstas ações educativas sobre orientações e distribuição de folhetos explicativos sobre DST/HIV nas imediações do CEM e do Terminal Maracanã. Além da realização de testes rápidos com barracas montadas em frente ao CEM, das 8h ao 12h.
Serviço:
Caminha em Comemoração ao Dia Mundial de Luta Contra o HIV
Dia: 01 de dezembro
Horário: 10h
Local: Pátio do Pronto Atendimento Alto Maracanã – Rua São Pedro, 855, Jardim Nossa Sra. de Fatima – em direção ao Centro de Especialidades Médicas do Maracanã (CEM).
Mais informações sobre o trabalho da prefeitura em:
FACEBOOK: facebook.com/pmdecolombo

O Aprendiz Lulinha



Duas empresas de Roberto Justus, o Donald Trump brasileiro, repassaram 8,5 milhões de reais à Gamecorp, de Lulinha.
A primeira, Y E R Propaganda, deu metade do dinheiro. A segunda, Y&R, deu a outra metade.
Um dos principais clientes da Y&R, curiosamente, é a Cervejaria Petrópolis.

MAIS 20 MILHÕES



A quebra do sigilo bancário da G4 Entretenimento mostra que essa outra empresa de Lulinha faturou mais R$ 19,7 milhões, elevando a quase R$ 350 milhões o total de recursos embolsados pelo primogênito de Lula.
O Laudo da PF mostra que a maior parte desse valor teve origem no Grupo Gol, de Jonas Suassuna e no próprio Instituto Lula.

GAMECORP, DE LULINHA, FATUROU 317 MILHÕES



A Lava Jato chegou ao núcleo empresarial da família Lula da Silva. Laudo técnico da Polícia Federal, obtido por O Antagonista, revela que a Gamecorp, de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, embolsou mais de R$ 317 milhões entre 2005 e 2016.
O dinheiro circulou por 12 diferentes contas bancárias.

CERVEJA, CONCRETO E PROPINA



A Polícia Federal elaborou um relatório específico sobre as palestras de Lula para o Grupo Petrópolis, de Walter Faria. O ex-presidente foi contratado, por exemplo, para inaugurar a fábrica da Cervejaria Itaipava em Alagoinhas, na Bahia.
Quem banca o deslocamento de Lula (jatinho+helicóptero) é a Odebrecht, responsável pela obra física da fábrica da Itaipava. A Lava Jato desconfia da parceria entre os dois grupos, que eram sócios num banco no Caribe usado para repasses de propina.
Emílio e Marcelo Odebrecht estavam previstos no evento.

O destino do dinheiro de Lulinha



Dentre as principais empresas destinatárias de recursos da Gamecorp, estão empresas do mesmo Lulinha e produtoras.
Chama a atenção dos investigadores, o pagamento de R$ 1,5 milhão à Caso Sistemas de Segurança, de Freud Godoy, segurança de Lula.
No laudo, os investigadores registram o valor de R$ 5 milhões em créditos não identificados e de R$ 43,4 milhões em débitos não identificados.

Temer diz que vetará anistia ao caixa dois se ela for aprovada na Câmara



O presidente Michel Temer afirmou nesta sexta (25) a interlocutores com quem se reuniu, em São Paulo, que vetará a anistia ao caixa dois eleitoral, caso ela seja votada pela Câmara dos Deputados.
A possibilidade de aprovação despertou críticas de vários setores. O juiz Sergio Moro e a advogada Janaina Paschoal foram alguns dos que protestaram. Manifestações contra o pacote já estão sendo marcadas.
A votação da proposta em plenário, que ocorreria nesta quinta (24), foi adiada. A alteração na legislação é um tema de grande interesse dos políticos alvos da Operação Lava Jato.
A anistia seria inserida no pacote de medidas contra a corrupção apresentado pelo Ministério Público em março e aprovado em comissão especial da Câmara na quarta (23).
Após a polêmica e a falta de consenso, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou uma nova tentativa de votação para terça-feira (29).